SELO: Os impactos e riscos do uso abusivo da comunicação por telemóvel durante a condução - por Carlos Sousa PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Quinta, 24 Dezembro 2015 18:57

Falar ao telefone enquanto ao volante, na qualidade de dirigente de um veículo motorizado, desafia o Risco a incidentes, em 400 % vezes mais , seja fazendo o perigoso uso do aparelho encostado ao ouvido ou supostamente, tendo erradamente sido convencido por comerciantes ou curiosos das modernas atitudes de estilos, a ter investido no outro abusivo Risco ao uso do Kit de mãos livres ou ainda os inapropriados sistemas “blue touth “ ou ainda os inadmissíveis auxiliares auriculares , enquanto dirigente rodoviário !!

Actualizado em Quinta, 24 Dezembro 2015 19:19
Continuar...
 
SELO: O povo é culpado! - por Júlio Khosa PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Quarta, 23 Dezembro 2015 07:20

O Estado é uma propriedade do povo. O povo é dono do Estado moçambicano. A Constituição da República de Moçambique (CRM) refere no seu Artigo 1 que “a República de Moçambique é um Estado independente, soberano, democrático e de justiça social”. O componente “democrático” refere-se ao povo, isto é, governo do povo. Querendo isso que o povo é que traça os seus destinos. Nesses termos o governo é segundo a vontade (escolha) do povo e deve actuar com vista a responder as necessidades do povo. Mais adiante, o número 2 do Artigo 2 da CRM, diz que “o povo moçambicano exerce a soberania segundo as formas fixadas na Constituição”, significando isso que para o povo actuar democraticamente no exercício da sua soberania, precisa de observar as formas e procedimentos fixadas na CRM e na demais legislação moçambicana.

Continuar...
 
SELO: Médicos usam material do Hospital Provincial de Gaza nas suas clínicas privadas* PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Terça, 22 Dezembro 2015 07:18

Saudações, Jornal @Verdade!

Somos funcionários daquele hospital de nível provincial [Hospital Provincial de Gaza], sito numa província onde se verifica muita proliferação de clínicas privadas pertencentes a médicos que ocupam cargos de chefia na mesma unidade sanitária.

As tais clínicas não possuem, ainda, todos os equipamentos auxiliares completos para o diagnóstico de doenças, pelo que usam os instrumentos do mesmo hospital em alusão para o efeito. O facto inquietante é que os chefes, que são donos das clínicas em questão, onde também são chefes, efectuam requisições para pedir exames clínicos, medicamentos e outros serviços públicos existentes no hospital provincial, sem observar o preceituado na lei.

Continuar...
 
SELO: Obras públicas sem rosto: Praça da OMM e Praça dos Combatentes em Maputo - Por Dércio Tsandzana PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Quarta, 16 Dezembro 2015 07:41

Quando o assunto são as obras públicas, neste país, surgem sempre duas questões: os atrasos e a corrupção. Atrasos porque a maioria das nossas obras nunca termina em tempo útil; e corrupção, devido aos esquemas que estão por detrás destas obras nos concursos públicos. Outro pormenor que apoquenta as nossas obras públicas é a falta de responsabilização dos empreiteiros incompetentes que “burlam” o Estado e fogem antes de as obras terminarem ou depois de executá-las de forma defeituosa.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte > Final >>

Pág. 91 de 121
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.