SELO: É uma mentira, esses homens não são da Renamo - Por Sefo Assane PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Terça, 26 Janeiro 2016 08:18

Um dia, eu estava sentado com o meu pai e manifestei o meu desejo de cumprir o serviço militar. A sua resposta foi esta: Meu filho, se tu fores para lá não és mais meu filho e nunca contes comigo como teu pai.

Perguntei ao meu pai, porquê? A resposta/explicação dele foi de que ele é um combatente da luta de libertação nacional mas hoje vive como um desgraçado ou um “zé ninguém...”. “Não tenho nada e já passam anos que submeti documentos ao Ministério da Defesa Nacional com vista a ser integrado no grupo de desmobilizados mas até aqui estou ainda à espera”.

Continuar...
 
SELO: O colonialismo doméstico e a hegemonia do sul contra o centro e norte evidenciam-se 50 anos depois da sua vigência - Por Jorge Valente PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Quinta, 21 Janeiro 2016 07:56

Compatriotas! Quando li os artigos “Diocese de Quelimane em polvorosa. Bispo e irmã em pé de guerra” (Fonte: Savana no. 1149, de 15.1.201) e “Carta aberta aos fiéis católicos da Zambézia” (Fonte: Moçambique para Todos, de 15.1.2016) não fiquei surpreendido, mas, sim, muito mais aflito e angustiado pela situação de dominação étnica que o sul impõe aos cidadãos do centro e norte de Moçambique. A ganância pelo enriquecimento ilícito, recorrendo à demonstração de superioridade por parte desta etnia, já está atingir contornos preocupantes por obra da Frelimo.

Actualizado em Quinta, 21 Janeiro 2016 08:42
Continuar...
 
SELO: Carta aberta ao ministro do Interior Jaime Monteiro - Por Odala Khuinda PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Quarta, 20 Janeiro 2016 08:16

Endereço-vos os mais sinceros desejos de uma boa saúde e também às vossas famílias. Que no ano recentemente iniciado haja mais sucessos, tudo de bom e, acima de tudo, que Deus esteja convosco.

Escrevo esta carta em jeito de choro e clamo pela justiça em relação a inúmeros, crimes com destaque para os roubos e assaltos a cidadãos e residências, na cidade de Nampula. O clima de terror e medo que se vive na urbe atingiu o seu apogeu. Ora vejamos:

Continuar...
 
SELO: A sociedade e a qualidade de vida - Por André Miambo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Vozes - @Hora da Verdade
Escrito por Redação   
Terça, 19 Janeiro 2016 08:23

Às vezes, questiono-me sobre o porquê da existência da sociedade, mas basta apenas olhar à volta do que me rodeia para eu encontrar as respostas pelas quais tanto anseio. Tudo o que me rodeia é fruto de um Homem em sociedade, desde as coisas mais importantes como as leis, a família, as amizades, a educação, a habitação e até aos apetrechos tais como o telefone, o micro-ondas e o carro. Tudo existe graças ao Homem social, que a cada século tenta melhorar a sua vida.

Continuar...
 
<< Início < Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte > Final >>

Pág. 91 de 123
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.