Faixa publicitária
Derrotada na despedida do Mundial de Najing, Moçambique regressa com inglório 8º lugar
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira  em 11 Setembro 2017
Share/Save/Bookmark

Moçambique perdeu a última partida que realizou no Mundial de hóquei em patins que decorreu em Najing, 9 a 7 diante do Chile, e regressa com um inglório 8º lugar e sem o estatuto de melhor selecção do continente africano. Desde 2009 que a nossa selecção não tinha tão má prestação.

Os moçambicanos até marcaram primeiro, por Carlos Saraiva, no sábado(09),em jogo de apuramento do 7º lugar. Após o empate chileno Carlos Saraiva bisou e Filipe Vaz deu uma vantagem de 1 a 3 ao intervalo.

Mas Nicolas Fernandez reduziu no início da 2ª parte e em seguida bisou empatando a contenda. Mário Rodrigues deu nova vantagem a nossa selecção mas o Chile prontamente empatou e Nicolas Fernandez fez a cambalhota no marcador, através de uma falta directa. Com menos de 1 minuto para o fim do tempo regulamentar Filipe Vaz empatou o jogo e levou a decisão para prolongamento.

O Chile que havia sido derrotado por Moçambique no jogo inaugural entrou ao ataque com duas stickadas certeiras fez o 7 a 5.

Nuno Araújo reduziu mas Nicolas Fernandez fez mais dois golos e acabou com as esperanças da nossa selecção de pelo menos igualar o 7º lugar que conquistou nos últimos dois Mundiais, e nem um golo de penalti de Bruno salvou a inevitável derrota.

Nas seis partidas que disputou na China a selecção de Moçambique perdeu quatro. Se com a Espanha a derrota era esperada, na última jornada da fase de grupo, a goleada sofrida com Portugal no quartos-de-final foi o início do descalabro que antes do epílogo diante do Chile teve uma amarga derrota diante de Angola.

Os angolanos vieram do segundo escalão mundial, que venceram, e depois de perderem com a Argentina nos “quartos” derrotaram a nossa selecção e ficaram com o 5ª lugar final após vencerem a Colômbia.

Recorde-se que no Mundial da França em 2015 a nossa selecção posicionou-se no 7º lugar, mesma classificação do Campeonato de 2013 em Angola. Depois de em 2009 ter ficado no 11ª lugar a selecção de Moçambique conseguiu em 2011, no Mundial da Argentina, o 4º lugar que é a sua melhor prestação de sempre em 12 Mundiais disputados no principal escalão.

Espanha conquistou 17º título

Entretanto a Espanha conquistou o seu 17º Campeonato do Mundo de hóquei em patins ao derrotar Portugal, por 2 a 1, no desempate por penáltis, após o 3 a 3 registado no prolongamento da final disputada no sábado(09).

No desempate através de remates da marca de grande penalidade, Edu Lamas e Albert Casanova marcaram para a Espanha e João Rodrigues concretizou o único de Portugal.

No tempo regulamentar, Casanovas, Jordi Adroher e Lamas marcaram para a seleção espanhola, vencedora de seis das últimas sete edições do Mundial, enquanto Hélder Nunes e Gonçalo Alves fizeram os tentos de Portugal, que procurava o seu 16º título, o primeiro desde de 2003, ano da sua última final.

Depois de um prolongamento sem golos, a Espanha foi melhor no desempate por penáltis e conquistou o seu 17º título, sucedendo no historial de campeões à Argentina, que terminou este Mundial no terceiro lugar, depois de ter derrotado mais cedo a Itália, por 4 a 0, no jogo da disputa da medalha de bronze.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom