Faixa publicitária
Soarito defende penáltis “como estava planificado” e Ferroviário da Beira está na Liga dos Campeões africanos
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira  em 20 Março 2017
Share/Save/Bookmark

Foto do Clube Ferroviário da BeiraA cidade da Beira é a nova capital do futebol moçambicano. Mora lá não só o campeão como também a equipa que 15 anos depois representa o nosso País na mais importante competição de clubes de África, a Liga dos Campeões. Os “locomotivas” do Chiveve sofreram dois golos durante o tempo regulamentar mas acabaram por eliminar o Barrack Young Controller da Libéria através de pontapés de grande penalidade, que o guarda-redes Soarito defendeu dois, como estava planificado por Aleixo Fumo. Agora o Ferroviário da Beira está entre os 16 clubes que vão disputar a “champions” africana.

Com o apoio da estrela George Weah e da Presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, entre o público que encheu as bancadas do estádio Antonitte Tubman em Monróvia, a equipa do Barrack Young Controller entrou ao ataque e disposta a anular a desvantagem de 2 golos que trazia da cidade da beira.

A pressão atacante começou a dar resultados no minuto 16 quando os liberianos abriram o placar. Literalmente sufocados os “locomotivas” da Beira não conseguiam esboçar nenhuma reação e defendiam muito perto da baliza onde Willard tentava adiar o inevitável empate.

O segundo golo do Barrack Young Controller acabou por acontecer no minuto 40 na transformação de uma grande penalidade a castigar a falta de um defensor “locomotiva” que cortou a bola com mão.

Depois do intervalo o Ferroviário regressou melhor organizado, subiu as suas linhas e começou a criar jogadas de perigo. Os liberianos procuravam o golo que lhe daria a vitória na eliminatória mas a “locomotiva” mostrava a sua garra que levou a decisão da eliminatória para os pontapés da marca de grande penalidade.

Mas antes do apito final Aleixo Fumo trocou de guarda-redes, lançou Soarito para o lugar de Willard.

No desempate Mambucho chamou a si a responsabilidade do primeiro penálti e não falhou, tal como o liberiano que o seguiu.

Depois Dayo fez o segundo e Soarito mostrou a sua classe defendendo a segunda grande penalidade do Barrack Young Controller.

Edson aumentou para 1 a 3 a vantagem do Ferroviário e o guarda-redes Soarito defendeu o remate de outro liberiano.

Ainda com dois pontapés para cada equipa Andro não falhou o seu e já não houve necessidade de chutar mais, estava feito o resultado final de 1 a 4 nos penáltis e a equipa moçambicana carimbava o passaporte para a fase de grupos com um agregado de 3 a 6, na soma da eliminatória.

O Costa do Sol foi a última equipa moçambicana a disputar a fase de grupos da “champions” no longínquo ano 2002, antes havia competido no torneio o Ferroviário de Maputo em 1997.

“Estava planificado que se tivéssemos que chegar a essa situação seria o Soarito”

Foto do Clube Ferroviário da Beira“Missão cumprida, já prevíamos que teríamos muitas dificuldades. Não estivemos bem na 1ª parte, sobretudo em algo tínhamos falado, sofremos dois golos em lances de bola parada coisa que tivemos o cuidado de trabalhar. Não estivemos bem organizados durante a 1ª parte, no intervalo fizemos os ajustes que eram necessários e o adversário teve bola mas praticamente estivemos a controlar as situações, até em algumas situações poderíamos ter finalizado. O importante é que o objectivo que se pretendia alcançou-se, tiramos uma lição, sabemos que nos esperam-nos tarefas muito mais complicadas pela frente e vamos tirar ilações do que aconteceu aqui para que a gente possa aparecer da melhor maneira possível”, disse Aleixo Fumo, o treinador do Ferroviário da Beira, ao microfone da Rádio Moçambique.

Sobre a troca de guarda-redes, estratégia similar a de Louis Van Gaal no último mundial de futebol, Aleixo Fumo revelou que era algo trabalhado previamente, “(...) estava planificado que se tivéssemos que chegar a essa situação seria o Soarito a ir para a situação de penáltis, e cumpriu e assim estamos lá”.

O novo herói do futebol moçambicano disse que fez apenas o que sabe fazer, “a experiência da equipa técnica achou que eu deveria jogar e fiz aquilo que me cabia, que sei bem fazer”, declarou Soares Soares, o “Soarito”.

Eis os resultados completos dos jogos da 2ª mão:

CNaPS Sport 1-1 Coton Sport

Kampala Capital (KCCA) 1-1 Mamelodi Sundowns

Zamaco FC 0-0 Young Africans CF

Mounana 1-0 (4-5 penáltis) Wydad Casablanca

RC du Kadiogo 1-0 USM Algel

Al-Merrikh SC 4-0 Rivers United

FUS Rabat 3-1 Al Ahly Tripoli

As Port Louis 2-2 Al-Hilal

Club Capas United 0-0 TP Mazembe

Saint George 2-0 AC Leopards

Bidvest Witts 0-0 Al-Ahly SC

As Vital Club 2-0 Gambia Ports

Enugu Rangers 2-1 Zamalek SC

AS Tanda 1-2 Etoile du Sahel

Horoya AC 2-1 Esperance de Tunis

Barrack Young Controller 2-0 (1-4 penáltis) Ferroviário Beira

A fase de grupos da “champions” começa a ser disputada em meados de Maio, antes vão ser sorteadas as 16 equipas apuradas - Coton Sport, Mamelodi Sundowns, Zamaco FC, Wydad Casablanca, USM Algel, Al-Merrikh SC, Al Ahly Tripoli, Al-Hilal Club, Capas United, Saint George, Al-Ahly SC, As Vital Club, Zamalek SC, Etoile du Sahel, Esperance de Tunis, Ferroviário Beira - pelos quatro grupos que estarão em competição.

Comentários   

 
0 #1 Juvencio Chemane 20-03-2017 11:51
Muito obrigado locomotivas da Beira, os meus parabéns, mais forças pra a fase que vem.
Citar
 
 
0 #2 Juvencio Chemane 20-03-2017 11:52
Os meus parabéns vão convosco, mais forças pra as próximas fases, brigado.
Citar
 
 
0 #3 Jaime Nhantumbo 20-03-2017 13:14
Esta vitoria é para todos os moçambicanos de uma maneira geral e para os beirenses em especial. daqui para frente todos os nossos campiões devem chegar nesta fase, a de grupos.
Citar
 
 
0 #4 danilo jorge 20-03-2017 22:49
parabens ao ferroviario da beira e em particular ao nosso guarda redes que defendeu com precisão a nossa baliza, mas gostaria d saber quanto é que a equipa ganhou na chapions
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom