Faixa publicitária
Afrobasket 2013: “Salanine” Senegal, até à próxima!
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Desporto
Escrito por David Nhassengo  em 26 Setembro 2013 (Actualizado em 01 Outubro 2013)
Share/Save/Bookmark

Numa verdadeira final antecipada, Moçambique defrontou e derrotou o Senegal na última partida da primeira fase do Campeonato Africano senior feminino, o Afrobasket, que decorre em Maputo. Em luta estava a primeira posição do grupo, em que só a vitória interessava as moçambicanas.

Neste jogo foi solicitada, ao mais alto nível, a experiência individual, que se repercutiu no entrosamento da equipa. Deolinda Ngulela, Anabela Cossa e Clarisse Machanguana que praticamente não abandonaram a quadra, tornaram-se a tripla que segurou a nossa selecção, a mesma que se tornou responsável pela criação dos inúmeros problemas ao Senegal. Em ordem respectiva, jogaram 37 minutos e 10 segundos, 31’24” e 38’25”.

Ao fim do primeiro período, o Senegal aterrorizou o pavilhão do Maxaquene ao forçar um empate a 16 pontos, saindo ao intervalo a vencer por 32 a 33. Veio o terceiro em que Moçambique privilegiou a defesa “homem a homem”, dando lugar às movimentações sem bola no ataque, o que atrapalhou as senegalesas que sempre deixavam solta Leia Dongue no interior por não saberem como defender.

Um basquetebol de outro nível, como aliás se ouvia vezes sem conta no Maxaquene. Por essa razão, as “Samurais” assumiram a liderança do jogo com cinco pontos de vantagem (53 a 48), ampliando, no quarto e último período, para 16 pontos.

A selecção senegalesa, diga-se de passagem, perdeu de cabeça erguida, ainda que assustada com o público que não deixou de apoiar, em nenhum momento, a selecção nacional.

O “Salanine” voltou a ser entoado, desta vez por cerca de 5000 pessoas que acederam a um pavilhão com capacidade para apenas 3000. Que confirme o presidente da Federação Moçambicana de Basquetebol, Francisco Mabjaia, que foi violentado quando o público decidiu invadir o pavilhão, desmontando todo o sistema de segurança que havia sido criado, obrigando ao reforço da equipa policial.

Deolinda Ngulela, com 21 pontos, foi a melhor marcadora da partida, enquanto Clarisse Machanguana se destacou com um total de nove ressaltos.

Moçambique defronta a Nigéria nesta sexta-feira (28), a partir das 18 horas, em jogo dos quartos-de-final da prova.

Calendário dos quartos-de-final:

13h30 Mali X Senegal

15h45 Egipto X Angola

18h Moçambique X Nigéria

20h15 Costa do Marfim X Camarões

Comentários   

 
0 #1 Anatania 26-09-2013 17:06
Forca meninas(Samurai s),voces ja mostraram que podem...
Citar
 
 
0 #2 Roberto Makwakwa 27-09-2013 12:05
Mocambique humilha resto de Africa em basketebol.
Parabens samurais!
Parabens Nazir Sale!
Deus abencoe Mocambique.
Citar
 
 
0 #3 Flô 27-09-2013 15:20
Avante Mocambique
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 5
FracoBom