Barclays Bank Moçambique culpa “diminuição das taxas de juro em 2018” pela redução de receitas de 4 para 3 biliões de Meticais PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Domingo, 23 Junho 2019 22:27

O Barclays Bank Moçambique facturou 3,3 biliões de Meticais no ano passado menos 700 milhões do que em 2017 e justifica: “Como consequência da diminuição das taxas de juro em 2018, a margem financeira registou uma diminuição quando comparada com o ano anterior”. Ainda assim, o banco dirigido por Luísa Diogo, aumentou os seus resultados líquidos de 1,1 para 1,4 bilião de Meticais investindo ainda mais na dívida pública de interna.

Actualizado em Segunda, 24 Junho 2019 07:18
Continuar...
 
Banco central acredita que é momento de criar fundo soberano de Moçambique “temos de cria-lo agora” PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 20 Junho 2019 21:24

Foto de Adérito CaldeiraO Banco central acredita que é chegado o momento de criar o fundo soberano de Moçambique. “Temos de cria-lo agora porque ainda temos tempo suficiente para pensar em todos os aspectos, aprender com a experiência de outros países pois quando tivermos o dinheiro não vamos pensar no fundo, tudo o que pensaremos será em gastar” afirmou o Administrado da instituição Jamal Omar. Esta semana o FMI advogou que o nosso país precisa de um fundo soberano de estabilização porque a economia não tem a capacidade de absorver os biliões de dólares que já estão a entrar rapidamente para os projectos de gás natural.

Actualizado em Sexta, 21 Junho 2019 07:56
Continuar...
 
Projecto Rovuma LNG vai alocar 500 milhões de pés cúbicos de gás natural à Moçambique para produção de energia, fertilizantes e combustíveis líquidos PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 19 Junho 2019 22:17

Foto de Adérito CaldeiraO Plano de Desenvolvimento do Projecto Rovuma LNG, liderado pela ExxonMobil que se propõe a explorar campos unificados da Área 1 e 4, na Província de Cabo Delgado, estabelece que: “As Concessionárias devem disponibilizar uma quantidade total de 500 MMSCFD (milhões de pés cúbicos) de gás natural para o mercado doméstico”. Ao @Verdade o ministro dos Recurso Minerais e Energia revelou que esse gás será usado para produzir “energia, fertilizantes e combustíveis líquidos”.

Actualizado em Quinta, 20 Junho 2019 16:22
Continuar...
 
Governo ignora iminente perda de 3 mil postos de trabalho na Açucareira de Mafambisse PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 19 Junho 2019 01:08

O Governo de Filipe Nyusi está a ignorar a iminente perda de mais de 3 mil postos de trabalho permanente e milhares de outros sazonais na Açucareira de Mafambisse na sequência dos escândalos financeiros em que o principal accionista, a empresa sul-africana Tongaat Hulett, está envolvida acumulando uma dívida bancária de 11 biliões de rands. “Eles estão só a tirar matéria-prima, cortam a cana, carregam para a fábrica para processar e não estão a tratar a plantação que deixou de ser até regada, eles cortam e abandonam, eles não querem isto”, revelou ao @Verdade o Secretário do Comité Sindical da empresa onde o Estado é accionista minoritário.

Actualizado em Quarta, 19 Junho 2019 06:13
Continuar...
 
Moçambique deve 2,2 biliões de Dólares a bancos dos EUA, África do Sul, Itália, Japão e China ...dívida da ENH poderá ascender a 5,5 biliões PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 17 Junho 2019 22:09

O nosso país torna-se a partir desta terça-feira (18) devedor das agências de crédito à exportação dos Estados Unidos da América, África do Sul, Itália, Japão e China em virtude da Garantia Soberana de 2,25 biliões de Dólares que o Governo concedeu à Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) para participar dos investimentos na Área 1 do Bloco do Rovuma. O @Verdade apurou que até ao final de 2019 o braço empresarial do Estado nos projectos de petróleo e gás poderá elevar a sua dívida, que também é do povo moçambicano, até os 5,5 biliões de Dólares norte-americanos.

Actualizado em Terça, 18 Junho 2019 08:11
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 201
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
UBA Cambio Diario
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.