Matança de elefantes aumenta na Reserva do Niassa, mais de 100 mortos desde Janeiro PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 15 Dezembro 2017 09:42

Foto da NCAA caça furtiva do elefante recrudesceu na Reserva Nacional do Niassa, entre Janeiro e Novembro pelo menos 93 animais foram mortos naquela que é a maior área protegida de Moçambique. Na semana passada mais 14 animais foram assassinados, esta semana outros três paquidermes foram abatidos por caçadores furtivos especializados e equipados com metralhadoras e ainda armas de grande potência e de precisão que não encontram oposição nos poucos fiscais que só podem usar espingardas “espera pouco” e têm limitação de munições. Dos 2 mil a 5 mil elefantes que existiam em 2016, o @Verdade apurou junto de operadores das Coutadas Oficiais e Fazendas do Bravio na Reserva que existem actualmente entre 1.200 a 1.600 animais.

Actualizado em Sexta, 15 Dezembro 2017 10:21
Continuar...
 
Eni conclui venda de 25% dos seus interesses na Área 4 em Moçambique e já pagou Imposto de Mais-Valia PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 14 Dezembro 2017 08:08

A Ente Nazionale Idrocarburi(ENI) e a Exxon Mobil concluíram nesta quarta-feira(13) a venda de 25% da sua participação indirecta na Área 4 de exploração de gás natural na bacia de Rovuma. O @Verdade sabe que pelo negócio de 2,8 biliões de dólares norte-americanos a multinacional estatal italiana já pagou ao Estado moçambicano os 350 milhões de dólares devidos pelo Imposto de Mais-Valia. Recentemente o ministro Adriano Maleiane afirmou na Assembleia da República que o Executivo não pretende “sentar” sobre essas receitas tendo em conta as necessidades imensas que Moçambique tem.

Continuar...
 
Frelimo aprova, na generalidade, Plano Económico (pouco) Social para 2018 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 13 Dezembro 2017 08:52

Foto do Gabinete do Primeiro MinistroOs deputados do partido Frelimo aprovaram nesta terça-feira(12), na generalidade, o Plano Económico e Social(PES) do Governo de Filipe Nyusi para 2018. Na verdade trata-se de um Plano pouco Social pois embora a Educação e a Saúde tenham voltado a ser os sectores com maior verba essas alocações destinam-se, em grande medida, a pagar salários, afinal essas áreas empregam mais de metade os Funcionários do Estado. Dramático é que quase não há investimento nesses sectores sociais: para suprir o défice de mais de 30 mil salas de aulas o Executivo prevê construir somente 1.422 salas e dos 87 Distritos que ainda não têm uma Unidade Sanitária apenas em 11 estão previstos edificar um durante o próximo ano.

Continuar...
 
Ministério do Interior fecha Moçambique ao Turismo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 12 Dezembro 2017 07:41

Fot de Nuno TeixeiraCentenas de cidadãos estrangeiros que escalaram a capital de Moçambique neste domingo(10), à bordo de um navio cruzeiro, foram impedidos de fazer Turismo pelo Ministério do Interior. “O problema que chegou até nós é que o cruzeiro chegou e as pessoas não puderam sair porque a máquina que devia reconhecer os passaportes estava avariada”, explicou ao @Verdade o ministro Silva Dunduro. Há algumas semanas, turistas que chegaram noutro cruzeiro tiveram de escolher entre sujeitarem-se a horas de fila para obterem vistos e ficarem no conforto do navio... preferiram não visitar a cidade de Maputo!

Continuar...
 
Serviço da Dívida Pública Interna vai custar 19,7 bis, montante é seis vezes maior do que alocação para Protecção Social em Moçambique PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 11 Dezembro 2017 07:47

A proposta de Orçamento de Estado(OE) para o próximo ano prevê um montante inédito para o serviço da Dívida Pública Interna, 19,7 mil milhões de meticais, para amortizar o endividamento interno do Estado que ultrapassa os 100 mil milhões de meticais. Esse valor, que se destina a pagar os juros devidos aos detentores dos títulos do Tesouro moçambicano, que são na maioria os bancos comerciais, é quase o dobro de toda alocação para a província de Nampula ou para a Zambézia. O montante supera em duas vezes todo orçamento previsto para Água e Obras Públicas e é seis vezes superior à dotação para todos os Programas de Protecção Social em Moçambique em 2018.

Actualizado em Segunda, 11 Dezembro 2017 18:26
Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 127
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.