Faixa publicitária
MISAU apela todos que tomaram 1ª dose em Cabo Delgado “para virem tomar a 2ª dose da vacina para ficarem imunes contra cólera”
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Saúde e bem Estar
Escrito por Adérito Caldeira  em 13 Junho 2019 (Actualizado em 18 Junho 2019)
Share/Save/Bookmark

Foto de Adérito CaldeiraO Ministério da Saúde (MISAU) apelou nesta quinta-feira (13) a todos os cidadãos que receberam a 1ª dose da vacina contra a cólera na Província de Cabo Delgado, “para virem tomar a 2ª dose da vacina para ficarem imunes contra cólera durante aproximadamente 5 anos”.

A partir de segunda-feira (17) até sexta-feira (21) aproximadamente 600 profissionais de Saúde vão tentar vacinar as mesmas 250 mil pessoas que foram imunizadas contra a cólera em meados de Maio último na Cidade de Pemba, e nos distritos de Mecúfi e Metúgi.

“O objectivo de dar uma segunda dose da vacina contra a cólera é construir imunidade de longo prazo dos indivíduos que recebem duas doses, para que um indivíduo fique imune contra a cólera por aproximadamente 5 anos esse individuo precisa de receber duas doses da vacina” explicou o Dr. Ilesh V. Jani em conferencia de imprensa onde apelou “a todos aqueles que tomaram a 1ª dose para virem tomar a 2ª dose da vacina para ficarem imunes contra cólera durante aproximadamente 5 anos”.

Porém o médico alertou que apesar da imunização, que é considerada uma medida complementar de prevenção, “a vacinação só por si não chega para prevenir a cólera (...) temos que continuar a trabalhar com a água, saneamento e com a higiene individual e colectiva”.

Fustigado pelo Ciclone Tropical de categoria 4 Kenneth, a 25 de Abril; a Província de Cabo Delgado registou um total cumulativo de 268 casos e 0 óbitos. A rápida resposta da equipas de emergência e a imunização de 250 mil pessoas contribuiu para nenhum caso novo se tenha registado nos últimos dias.

“Nós vamos fazer também uma 2ª dose de vacina contra a cólera na Província de Sofala (...) recordem-se que na primeira semana de Abril vacinou-se na Beira, no Búzi, no Dondo e em Nhamatanda. Isto vai acontecer entre 15 e 19 de Julho e temos como alvo vacinar cerca de 850 mil pessoas naqueles quatro distritos que foram afectados pela cólera.

Massacrada pelo Ciclone Idai, em Março, a Província de Sofala registou um total cumulativo de 6773 casos e 8 óbitos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom