Faixa publicitária
Pergunta a Tina: tem saído uma borbulha no lábio, e quando eu a rebento, aparece no pénis
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Pergunte a Tina
Escrito por Tina  em 11 Janeiro 2017
Share/Save/Bookmark

Tenho uma questão, é a seguinte, acontece que me tem saído uma borbulha no lábio, e quando eu a rebento, aparece no pénis, quando eu volto a rebentar de novo, aparece no lábio. Gostaria de saber o que se está passar comigo mesmo.

Estimado leitor, lamento dizer, mas tudo indica que tens uma Infecção de Transmissão Sexual (ITS) causada por um vírus, chamada Herpes. Infelizmente, esta doença não tem cura, e poderá continuar a incomodar-te nos próximos anos. Mas existem medicamentos que podem ajudar a atenuar e reduzir a duração dos sintomas.

A primeira recomendação é deixares de tocar nas borbulhas em absoluto, e muito menos rebentá-las. Isso é que está a piorar a tua situação. O líquido que sai das borbulhas está cheio de vírus e o que tu estás a fazer, é transferir os vírus de umas partes do corpo para outras, com as tuas mãos. Não toques nas feridas ou no líquido, e se o fizeres sem querer, deves lavar imediatamente as mãos, para evitar espalhar a infecção. Cuidado especial com os olhos, pois também eles podem se infectados.

Sugiro que comeces por fazer urgentemente, o tratamento indicado pelo Ministério da Saúde para os casos como o teu, com borbulhas (vesículas), o qual está disponível em todos os hospitais do país. Isto vai incluir um medicamento contra vírus (Aciclovir), em comprimidos, durante sete dias.

Se tiveres também outros problemas, deverás receber uma injecção única (Penicilina Benzatínica), assim como uma dose única de Azitromicina, em comprimidos.

É bem possível que te sintas melhor no final deste tratamento, se o cumprires correctamente. Mas, a infecção pode continuar no teu corpo por toda a vida. Podes passar tempos sem ter nenhumas queixas, e de repente, “explodir” um episódio em que aparecem as tais borbulhas nos genitais, ou na boca. Esta “explosões” podem durar semanas, acabando por desaparecer, mesmo sem tratamento. Mas em geral, repetem-se ocasionalmente, em especial no primeiro ano após a infecção, embora com tendência a decrescer ao longo dos anos. Nestas alturas, precisas sempre repetir o tratamento com o tal medicamento contra vírus.

Escusado será dizer que, durante estes episódios, deves abster-te do sexo em absoluto.

Precisas ter muito respeito pela tua saúde e a da(s) tua(s) parceira(s) sexuais. Mesmo que não tenhas borbulhas visíveis ou outros sintomas, podes transmitir a infecção à tua parceira sexual, se não usares a camisinha. E mesmo assim, a possibilidade de transmissão da infecção ainda existe, pois as borbulhas podem ocorrer em locais que não são recobertos pela camisinha.

A tua parceira tem que estar informada sobre a tua doença e os riscos que pode envolver. Seria muito bom reduzires o número das tuas parceiras sexuais, e melhor ainda, limitares-te a uma relação mutuamente monogâmica duradoura, para teu bem, e dela.

Tens que tomar consciência e assumir que precisas usar a camisinha correcta e consistentemente por toda a vida.

Entretanto, é indispensável que tu, assim como a(s) tua(s) parceira(s), faças um teste de HIV. Se fores positivo, o que precisas admitir como provável, o Tratamento Anti-Retroviral vai ajudar-te muito.

Para mais informações, por favor lê também a resposta que damos abaixo a um outro leitor, com uma preocupação idêntica à tua.

Cuida-te! Tudo de bom!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom