Faixa publicitária
Xiconhocas da semana: Empresários especuladores; Mambas; PGR
Xiconhoca
Escrito por Redação  em 29 Março 2019
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Empresários especuladores

É de bradar aos céus a falta de sensibilidade de alguns empresários diante da maior catastrofe natural que se abateu sobre a região norte. Numa altura em que todos são chamados a mostrar a sua solidariedade, alguns empresários aproveitam-se do sofrimento do povo para especular os preços de produtos de primeira necessidade. O exemplo disso, é a pouca vergonha que temos vindo a assistir na cidade da Beira, onde os comerciantes aumentaram de forma escandalosa os preços dos produtos. Só indivíduos insensíveis são capazes de tamanha barbaridade.

Mambas

Definitivamente, a nossa Selecção Nacional de Futebol, os Mambas, é um bando de Xiconhocas. Como já era de se esperar, os Mambas voltaram a falhar o apuramento para a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN). Há sensivelmente oito anos os Mambas não marcam presença num dos maiores espectáculos de futebol do continente africano. O mais revoltante é o facto de esta modalidade merecer maior atenção, em termos de investimentos, em relação às outras que têm trazido alegrias ao povo moçambicano. Bando de Xiconhocas.

PGR

A Procuradoria-Geral da República (PGR) é uma autêntica vergonha para os moçambicanos, pois continua a fazer ouvidos moucos em relação a grosseira violação da Constituição da República e da Lei do Sistafe. Aliás, numa vã tentativa de mostrar serviço e desviar as atenções dos moçambicanos, a PGR decidiu acusar formalmente 20 cidadãos de peculado, corrupção passiva, abuso de confiança, branqueamento de capitais, uso de documentos falsos, abuso de cargo e associação para delinquir.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom