Faixa publicitária
Xiconhocas da semana: Bernardino Rafael; Mãe que matou filhos; Filipe Nyusi
Xiconhoca
Escrito por Redação  em 22 Dezembro 2017
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Bernardino Rafael

O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, deve andar com os sentidos embotados. Diante de uma situação que se exige maior cautela e sensatez, o Comandante (leia-se Xiconhoca) deu ultimato aos homens que aterrorizam as comunidades de Mocímboa da Praia, província de Cabo Delgado, para que se entreguem às autoridades dentro de sete dias. Como resultado desse discurso insensato, voltou-se a assistir a mais um ataque naquela região, que culminou com a morte de alguns agentes da Policia.

Mãe que matou filhos

Há indivíduos que não merecem esse rótulo de mãe pela tamanha estupidez que cometem. É o caso de uma mulher que tirou a vida das suas três filhas, com idades que variam de quatro a 10 anos, e em seguida suicidou-se com recurso a veneno, no distrito de Nicoadala, província de Zambézia. Não problema social algum que justifique a barbaridade cometida por essa mulher. Só uma Xiconhoca é capaz de tamanha loucura.

Filipe Nyusi

O Presidente da República, Filipe Nyusi, deve andar com a cabeça nas nuvens. O informe sobre o Estado da Nação apresentado esta semana na Assembleia da República é sintomático de falta de conhecimento da realidade em que vive os moçambicanos. Não se justifica que um Chefe de Estado não saiba que o país que dirige caminha a passos largos para o abismo, fruto de incompetência mórbida do seu Governo. Xiconhoca!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom