Faixa publicitária
Xiconhocas da semana: Dulce Alberto Vilanculos; Calisto, Faustino,Victor, Tadeu e Elias; Liloca
Xiconhoca
Escrito por Redação  em 05 Junho 2015
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Dulce Alberto Vilanculos

Dulce Alberto Vilanculos, professora da Escola Completa de Machare, na cidade de Inhambane, e que acabava de concluir o curso de licenciatura em Psicologia pela Universidade Pedagógica da Sagrada Família da Maxixe, presa em 2013 por matar uma menor de 16 anos, identificada pelo nome de Carla Alexandre, supostamente porque lhe roubava o marido, foi recentemente condenada pelo Tribunal Provincial de Inhambane. Esta senhora, que manchou o bom nome da instituição que frequentou, estudou psicologia para que finalidade? O que é que ela ensinava aos seus alunos? A sociedade, que esperava que a psicopata se redimisse, ficou escandalizada ao ver a assassina pousar em fotografias e imagens televisivas sorridente e sem arrependimento. Quando a juíza perguntou que decisão esperava depois da acusação, Dulce ficou mais indiferente e praticamente implorou pela sua própria condenação ao afirmar que não estava arrependida. Ela que apodreça na cadeia!

Calisto, Faustino,Victor, Tadeu e Elias

Calisto, inspector da PRM que também era chefe da brigada da Polícia de Investigação Criminal (PIC); Faustino Artur, inspector principal da PRM; Victor Luís Arone, subinspector da PRM; Tadeu Gaspar, sargento da PRM; e também Elias Matusse, afecto na Direcção Provincial de Terra Ambiente e Desenvolvimento Rural na Província de Maputo, são as pessoas a quem foi confiada a missão de proteger os 65 cornos de rinocerontes apreendidos no passado dia 12 de Maio das mãos de um chinês. Entretanto, para a nossa surpresa e do mundo, a 22 do mesmo mês, eles escancararam as portas do local, alegadamente seguro, onde os chifres se encontravam guardados e roubaram-nos ou deixaram roubar 12 deles. Eis uma prova de que não temos, em Moçambique, uma Polícia que valha a pena! As nossas autoridades são uma farsa. Convivemos com ladrões e estamos a ser “protegidos” por corruptos. Andamos a fazer campanhas contra o abate e tráfico de cornos de rinocerontes e marfim só para o inglês ver.

Liloca

A Liloca parece que gosta de protagonizar “shows pornomusicais”e de forma recorrente nos espetáculos. No Festival AZGO ela quase que exibiu o corpo nu entre adultos, jovens e crianças. No último fim-de-semana, fez danças indecentes e ao ritmo de músicas impróprias para petizes em comemoração do 01 de Junho. Quase que ela mostrou algumas partes íntimas aos miúdos perante os seus país. Liloca, na qualidade de mãe, permita que os petizes cresçam com educação, moral e valores! Aproveite as suas músicas, cujas mensagens são pedagógicas, para dar bons exemplos às crianças. A senhora não pode ir contra o que as suas músicas ensinam, pois não valerá a pena continuar a cantar. Não crie motivos para que a sociedade lhe chame obscena, pese embora já mereça essa categoria tendo em conta os descalabros que tem vindo a cometer desde que a fama lhe subiu à cabeça. Poupe os nossos filhos da indecência e guarde os seus vestes e gestos pornográficos para fóruns privados!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom