Faixa publicitária
Obituário: Músico e compositor moçambicano Gil Pinto morre vítima de doença
Opinião - OBITUÁRIO
Share/Save/Bookmark

O músico e compositor Gil Pinto José, carinhosamente conhecido por Gil Pinto, morreu na manhã do último domingo (27), na sua residência, vítima de doença não especificada, nem as causas.

Natural de Nova Sofala, no distrito do Búzi, Gil Pinto nasceu em Outubro de 1949, tendo iniciado a sua carreira artística na década de 60, influenciado pelo seu pai, que tocava marimba, e seu tio, que tocava guitarra.

Gil Pinto, subiu ao palco, pela primeira vez, a 20 de Agosto de 1965, numa festa de aniversário da cidade da Beira, convidado por um elemento do então agrupamento musical “7ª Banda Musical Manica e Sofala”, segundo um comunicado de imprensa enviado ao @Verdade.

"A partir dessa data, ele nunca mais parou, usando a sua voz como o seu principal instrumento e a flauta, como instrumento de floreio, cantando nos bailes e espectáculos acompanhado por diversos agrupamentos musicais, destacando-se os grupos musicais “7ª Banda Musical Manica e Sofala”, "Irmãos Moçambicanos", por si criado.

O malogrado integrou também os grupos "Camponeses da Munhava"; "Sacrifícios", "MK7" e "Irmãos Sem Maldade", aprimorando cada vez mais em cada momento a sua voz, que viria a se tornar uma das vozes mais escutadas da zona centro do país e de Moçambique".

Gil Pinto cantou e encantou com a música Wrombo wa Júlia, Bhombwe Inonaca, Bhata Kwio e entre outras. Ele deixa viúva e onze filhos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom