@Verdade Editorial: Alguém põe freio nesse regabofe?
Opinião - Editorial

O país está à saque, isso não é novidade para os moçambicanos. Aliás, Moçambique sempre esteve à saque. Depois de anos de espoliação colonial, os moçambicanos passaram a assistir, impávidos e serenos, a uma outra corja de gatunos engravatados que se escondem por detrás da bandeira de libertadores da pátria para sugar o povo.

Há roubos por todos lados. O mais caricato é que os envolvidos continuam impune, assistindo o país indo à pique e, certamente, sombando da desgraça dos moçambicanos. Após as notícias que dão conta de dívidas ocultas em nome do Estado, saque aos cofres do Estado e nas empresas públicas como, por exemplo, a Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), recentemente as informações segundo as quais 10 das 30 empresas que entre 1999 e 2002 pediram empréstimos ao Estado moçambicano até hoje não pagaram um único centavo deixam qualquer cidadão, em pleno gozo do seu juízo, com os nervos em franja. A esse ritmo o país e os moçambicanos serão vendidos à saldo.

Continuar...
 
Xiconhoquices da semana: Condenação de Jeremias Tchamo; Calote a prestação dos Títulos da Dívida de Moçambique; Saneamento e qualidade das infra-estruturas
Opinião - Xiconhoca

Os nossos leitores elegeram as seguintes Xiconhoquices na semana finda:

Continuar...
 
Xiconhocas da semana: Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos; Estupradores; Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional
Opinião - Xiconhoca

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Actualizado em Sexta, 13 Janeiro 2017 18:58
Continuar...
 
Morre aos 91 anos o sociólogo e filósofo polaco Zygmunt Bauman
Opinião - OBITUÁRIO

O sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman morreu nesta segunda-feira aos 91 anos na cidade inglesa de Leeds, informou o jornal "Gazeta Wyborzca", que o inclui entre os intelectuais fundamentais para entender o século 20.

Actualizado em Terça, 10 Janeiro 2017 17:14
Continuar...
 
Actor indiano Om Puri, estrela de Bollywood, morre aos 66 anos
Opinião - OBITUÁRIO

O actor veterano indiano Om Puri, que teve uma carreira bem sucedida com filmes tanto em Bollywood quanto no Ocidente, morreu nesta sexta-feira em Mumbai.

Continuar...
 
Xiconhocas da semana: Camaradas devedores do Tesouro; Direcção Nacional de Identificação Civil; Adultos que violam e maltratam menores
Opinião - Xiconhoca

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Continuar...
 
@Verdade Editorial: Afinal, a Paz é possível!!
Opinião - Editorial

Os acontecimentos dos últimos tempos são motivos mais do que suficientes para nos elucidar como um povo que tem estado a ser usado como carne de canhão por uma dúzia de indivíduos. A trégua, por exemplo, dada pela Renamo e as Forças de Defesa e Segurança mostram-nos que é possível pôr a mão na consciência e deixar os moçambicanos levaram a sua vida normalmente. Mas parece que o líder da Renamo, o senhor Afonso Dhlakama, e o Presidente da República, Filipe Nyusi, apoiado por uma horda de membros esquizofrénicos do seu partido, estão motivado a empurrar este país para a desgraça.

Actualizado em Sexta, 13 Janeiro 2017 09:47
Continuar...
 
Xiconhoquices da semana: Trégua em vez de fim da guerra; Apelo para entrega de armas; Ausência do PR no funeral de Mário Soares
Opinião - Xiconhoca

Os nossos leitores elegeram as seguintes Xiconhoquices na semana semana finda:

Actualizado em Sexta, 13 Janeiro 2017 18:55
Continuar...
 
Mário Soares, ex-primeiro-ministro de Portugal, morre aos 92 anos
Opinião - OBITUÁRIO

O antigo Presidente e ex-primeiro-ministro de Portugal Mário Soares, que foi um personagem central no retorno à democracia na década de 70, após décadas de ditadura direitista, morreu neste sábado aos 92 anos, disseram os médicos. Ele havia sido hospitalizado em 13 de Dezembro e tinha estado em coma na maior parte do tempo desde então.

Actualizado em Sábado, 07 Janeiro 2017 21:07
Continuar...
 
@Verdade Editorial: 2017, mais do mesmo?
Opinião - Editorial

Não há dúvidas de que a situação que o país vem atravessando é calamitosa. Diante disso, a questão que ocorre fazer neste momento é a seguinte: “O que se pode esperar neste 2017?” A resposta é para já negativa, pois tudo indica que a situação tende a piorar, ou seja, o que ja estava pior, agora deteriorou-se. Aliás, a julgar pela inércia que caracteriza o Governo da Frelimo e a corrupção que se tornou prática reiterada desse regime não se pode esperar outra realidade.

A título de exemplo, o custo de vida vai continuar cada vez mais alto, pois até então não há políticas eficazes com vista a minimizar a situação. O Banco de Moçambique limita-se a tomar medidas paliativas, e nunca avança com algo mais concreto. Os próximos tempos, não obstante as informações que dão conta da prorrogação da suspensão do conflito armando, mostram que a situação vai tornar-se insustentável, uma vez que os preços de produtos de primeira necessidade não param de subir, e em 2017 os moçambicanos vão continuar a “apertarem o cinto” mais do que está.

Actualizado em Sexta, 06 Janeiro 2017 09:09
Continuar...
 
  • CIDADÃO REPORTA:
    No distrito de Meconta-provincia de Nampula em Mocambique, na xcola secundaria de Namialo, os professores, nao recebem suas horas extras ha 1 ano e um mes e saindo algum colectivo da xcola a direcao provincial das financas, dizem terem pago os ordenados e por sua vez o director distrital dizia que nao houve nenhum despacho e neste momento estao paralizadas as aulas!
  • CIDADÃO REPORTA:
    estou num fematro que sai da baixa para Albazine, o motorista acelera demais toda gente que se encontra aqui esta reclamando (escesso de velocidade) em Maputo.
  • CIDADÃO Pedro B. Langa REPORTA:
    Pedro B. Langa, Maputo. Enquato nao tivermos a coragem de ariscar em eleger o outro partido para governar o pais, vamos continuar a sofrer humilhacoes da Frelimo onde um tem 5 4x4 e o pobre nao sabe o que vai comer durante o dia. Nhancale o verdadeiro xiconhoca
  • CIDADÃO Leo REPORTA:
    está um corpo de uma mulher sem vida atrás do prédio onde vivo, vi o corpo por volta das 8 horas e até agora não vieram remover o corpo, a vizinhança já sabe disso comunicaram a policia e simplesmente vieram tapar o corpo com uma capulana e foram embora. O corpo,está na parte de trás de um prédio no bairro do Jardim, em Maputo, rua do jardim próximo a ponte da av. de Moçambique defronte a av. Joaquim Chissano.
Quer receber a nossa Newsletter diária com artigos escolhidos pelo editor no seu INBOX?
http://www.Auto-Doc.PT
 

@Verdade Newsletter

Quer receber diariamente no seu email a nossa edição em formato PDF? Preencha o seguinte formulário:
Irá receber um email com uma ligação para confirmar a sua subscrição. Caso não visualize o email no seu inbox confira na caixa spam.