Faixa publicitária
Inundações no Centro e Norte; mais chuva na Zambézia, Nampula, Cabo Delgado e Niassa
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 25 Fevereiro 2020
Share/Save/Bookmark

A Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos registou entre segunda e terça-feira chuva fraca a muito forte na rede de observação hidroclimatológica. Na região Norte do País, a bacia do Messalo em Nairoto regista 0,25 metros acima do nível de alerta com tendência a subir o que originou o galgamento da ponte sobre o rio Messalo e interrupção da travessia entre os postos Administrativos de Mirate e Nairoto.

Na Bacia de Megaruma foram registados 1,30 metros acima do nível de alerta em Megarum o que continua a condicionar a transitabilidade entre os distritos de Mecufi e Chiúre e prevalece o cenário de inundações localizadas nas aldeias de Nimanro, Natuco, Milapane e Moje, devido a subida do caudal do rio Megaruma.

Na região Centro, as bacias do Búzi em Dombe e Púngoè em Mafambisse registam 0,42m e 1,94 metros acima do nível de alerta, respectivamente, enquanto a Bacia do Licungo regista ligeira subida do nível mantendo-se abaixo do alerta.

Entretanto o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê a ocorrência de chuvas moderadas a fortes (30 a 50 milímetros em 24 horas) localmente fortes (mais de 50 milímetros em 24 horas), acompanhadas de trovoadas e ventos com rajadas nos distritos de Gilé, Pebane, Mulevala, Mocuba, Mocubela, Maganja da costa, Namacura, Nicuadala e cidade de Quelimane (na Província da Zambézia); nos distritos de Moma, Larde, Angoche, Mugovolas, Meconta, Mongincul, Mussoril, Ilha de Moçambique, Monapo, Nacala porto, Memba e cidade de Nampula (na Província de Nampula); nos distritos de Mecufi, Metunge, Quissanga, Macomia, Mocimboa da Praia, Plama e cidade de Pemba (na Província de Cabo Delgado); e nos distritos de Mecanhelas, Cuamba e Metarica (na Província de Niassa).

Face às previsões meteorológicas e a situação hidrológica prevalecente a Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos prevê o aumento do volume de escoamento nas bacias do Licungo, Raraga, Moniga, Melela, Molócue, Ligonha e Montepuêz, sem impactos significativos. As bacias do Púngoè, Megaruma, Messalo e Rovuma poderão manter-se em alerta. Igualmente prevê-se a prevalência de inundações urbanas para a cidade de Quelimane.

Em termos de meteorologia o INAM prevê para as províncias de Tete, Manica e Sofala cCéu pouco nublado com períodos de muito nublado. Trovoadas e aguaceiros ou chuvas fracas a moderadas localmente fortes na província da Zambézia. Vento de sudoeste a sueste fraco a moderado soprando, por vezes, com rajadas.

Nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo o INAM prevê céu geralmente pouco nublado. Vento de sueste a leste fraco a moderado.

Eis as temperaturas previstas:

Cidade

Tempo

Máx ºC

Mín ºC

Maputo

31

21

Xai-Xai

30

22

Inhambane

31

23

Vilankulo

31

22

Beira

30

22

Chimoio

26

18

Tete

32

23

Quelimane

31

24

Nampula

27

23

Pemba

30

24

Lichinga

23

16

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom