Faixa publicitária
Governo inicia mapeamento de 40 mil moçambicanos na Diáspora
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 19 Fevereiro 2020
Share/Save/Bookmark

A ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação lançou nesta quarta-feira (19) o início do mapeamento e criação de um banco de dados dos quase 40 mil moçambicanos que vivem na Diáspora. Esta é uma das quatro actividades que Verónica Macamo tem de realizar durante os Primeiros 100 dias do 2º mandato presidencial de Filipe Nyusi.

A meta é mapear 36.299 moçambicanos residentes nos continentes africano, europeu e asiático.

O @Verdade apurou que, até Abril, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (MINEC) deverá formalizar um acordo sobre isenção de vistos em passaportes ordinários com a República de São Tomé e Príncipe e a República do Ruanda, e ainda criar as bases para a facilitação do recrutamento de mão de obra entre Moçambique e da República das Maurícias.

Ainda no âmbito dos Primeiros 100 dias de governação Verónica Macamo deverá rubricar um acordo com a União Europeia que tem o objectivo o financiamento de programas de Biodiversidade, Anti-corrupção e Gestão de Finanças Públicas.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom