Faixa publicitária
“Chang se vier a Moçambique hoje vai ser preso” assegura Presidente da AR
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 05 Junho 2019
Share/Save/Bookmark

A Presidente da Assembleia da República (AR), Verónica Macamo, assegurou nesta terça-feira (04) que: “se o colega Chang se vier a Moçambique hoje vai ser preso porque já foi pedido isso. Há muitas pessoas que pensam que quando ele chegar vai a casa, não é o caso”.

Questionada por jornalistas, à margem de um encontro de cortesia, sobre o levantamento da imunidade parlamentar do deputado Manuel Chang, detido na África do Sul mas que poderá ser extraditado para Moçambique para responder por crimes de corrupção, Verónica Macamo esclareceu: “Há uma coisa que muita gente não sabe, nós relaxamos a imunidade do colega Chang”.

“Portanto se o colega Chang se vier a Moçambique hoje vai ser preso porque já foi pedido isso. Há muitas pessoas que pensam que quando ele chegar vai a casa, não é o caso, não é efectivamente isso”, disse a Presidente da AR.

Verónica Macamo acrescentou que: “A questão da imunidade é um processo que tem que ser feito e a pessoa tem que se defender, imaginem os constrangimentos que temos tido mas estamos a trabalhar nesse sentido, não há efectivamente a ideia que nada aconteceu. Se chegar hoje vai ser preso porque efectivamente relaxamos a imunidade”.

Relativamente ao mandato de Manuel Chang como deputado da bancada do partido Frelimo a Presidente da Assembleia da República afirmou: “O assento dele vai ser substituído quando efectivamente ele perder o mandato, perde-se o mandato através de um processo, a pessoa tem direito de se defender, tudo está a seguir os seus trâmites”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom