Crédito da Índia para tentar reduzir os 20 milhões de moçambicanos sem água
Versão para impressão
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 29 Maio 2019
Share/Save/Bookmark

O Conselho de Ministros ratificou nesta terça-feira (28) um crédito concessional de 38 milhões de Dólares norte-americanos, concedidos pelo Banco de Exportação da Índia, que será destinado aumentar o acesso de água. Em Moçambique existem pelo menos 20 milhões de pessoas que consomem água não potável.

O crédito, que tem uma maturidade de 25 anos e um período de diferimento de 7 anos, será usado na construção de 1600 furos de água, equipados com bombas manuais, e oito pequenos sistemas de abastecimento de água nas províncias da Zambézia, Manica, Sofala e Nampula.

Recorde-se que o Governo de Filipe Nyusi tem sido incapaz de cumprir as suas próprias metas de aumento do acesso ao precioso líquido para os moçambicanos. Dos 51 sistemas de água previstos construir em 2018 apenas 4 foram iniciados mas as obras foram paralisadas “por falta de desembolsos do Orçamento do Estado”. Estavam ainda previsto expandir 211 quilómetros de redes de água contudo apenas 4 quilómetros foram executados.

O IV Recenseamento Geral da População e Habitação apurou que o número de moçambicanos que consumiam água não potável aumentou de 17.941.157 em 2007 para 20.412.291 cidadãos em 2017.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom