Faixa publicitária
Cheias nas bacias do Búzi, Púngoè e Zambeze e pode estender-se ao Save
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 21 Março 2019
Share/Save/Bookmark

A continuação da queda de chuva na Região Centro de Moçambique, assim como no Zimbabwe, mantém as bacias do Búzi, Púngoè e Zambeze no baixo Zambeze, em situação de cheia que poderá estender-se a Bacia do Save.

“Face à previsão meteorológica que indica a probabilidade de ocorrência de chuvas e a situação hidrológica prevalecente, para as próximas 72 horas, prevê-se oscilação dos níveis hidrométricos com tendência a subir, nas bacias do Búzi, Púngoè e Zambeze no baixo Zambeze, mantendo-se em alerta”, indica o boletim hidrológico mais recente da Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos.

O documento, actualizado no início da tarde desta quarta-feira (20), indica que as “bacias do Save na Vila Franca do Save, Maputo, Umbelúzi, Meluli, Licungo, Lúrio e Rovuma poderão registar subida do nível , mantendo-se abaixo do alerta exceptuando a bacia do Save que poderá atingir o alerta, face a propagação da onda proveniente de Massangena” e prevê ainda “a prevalência de inundações nas zonas baixas das bacias do Licungo e Namacurra nos distritos da Maganja da costa e Namacurra”.

A Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos alerta que inundações vão manter-se nos bairros de Alto Manga, Ndunda, Manga Mascarrenha, Vaz, Munhava, Macurrungo, Chipangara, Chaimite (Praia Nova), Maraza, Pioneiros, Matacuane, Mananga, Chota, Muhava, Esturo, Matador, Vila Massane, Maganza, Inhamizua, Chingussura, Nhaconjo, Pontagea e Macuti, na cidade da Beira, e nos bairros de Nhamataca, Chibinde, Mutua e Ponte Rodoviária na cidade do Dondo.

As chuvas que estão previstas nas cidades de Maputo, Matola e Quelimane poderão originar inundações urbanas, acrescenta o documento que estamos a citar.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom