Faixa publicitária
Jornalista detido e PRM desconhece seu paradeiro em Cabo Delgado
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 07 Janeiro 2019 (Actualizado em 10 Janeiro 2019)
Share/Save/Bookmark

O jornalista da Rádio Comunitária de Nacedje, Amade Abubacar, está incontactável após ter sido detido na manhã de sábado (05), pela Polícia da República de Moçambique (PRM), em Cabo Delgado, em pleno trabalho.

Amade Abubacar foi detido quando entrevistava e fotografava populares que chegavam à vila de Macomia, supostamente à procura de refúgio na sequência dos ataques que assolam as zonas recônditas daquele distrito, protagonizados por grupos armados, há mais de um ano.

A Rádio Comunitária de Nacedje funciona em Macomia e está sob alçada do Instituto de Comunicação Social (ICS), órgão público.

Em contacto telefónico com o @Verdade, Augusta Guta, porta-voz e chefe do Departamento de Relações Públicas do Comando Provincial da PRM, disse que as autoridades estão a “trabalhar para saber se o que está a ser veiculados pelos órgãos de cominação social [sobre a detenção de Amade Abubacar] é ou não verdade”, bem como saber onde a vítima está detida.

Guta prometeu fornecer detalhes sobre o assunto na manhã desta segunda-feira (07).

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom