Faixa publicitária
Gerais 2019: CNE faz ajuste directo de um bilião de meticais à ACADÉMICA-UNIPRINT
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Emildo Sambo  em 15 Novembro 2018
Share/Save/Bookmark

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) adjudicou, por ajuste direto, ao consórcio ACADÉMICA-UNIPRINT, dois concursos de fornecimento de material eleitoral para as presidenciais, legislativas e assembleias provinciais em 2019.

A Académica-Uniprint pertence a indivíduos que são membros influentes do partido no poder, a Frelimo. No primeiro concurso, aquela firma vai encaixar 550 milhões de meticais com o fornecimento 3.000 mobiles AD para o recenseamento eleitoral de 2019, a ser realizado em todo o país, segundo o porta-voz da CNE, Paulo Cuinica.

O recenseamento eleitoral para eleições gerais terá lugar em Moçambique de 04 de Março a 02 de Maio de 2019. No estrangeiro, vai acontecer de 03 de Abril a 02 de Maio do mesmo ano, segundo o calendário já divulgado pelo órgão de administração e supervisão eleitoral.

Nos segundo concurso, a mesma companhia fornecer à CNE boletins de inscrição, material de formação, acessórios e toners para os mobiles ID, no valor de 450 milhões de meticais, disse Cuinica, à imprensa.

Ele justificou que a adjudicação se deve ao facto de a empresa ter uma larga experiência na matéria e o equipamento usado nas eleições autárquicas de 10 de Outubro, por exemplo, foi fornecido pela mesma firma.

A contratação de um novo fornecedor dos equipamentos e materiais em alusão implicaria mais custos para o mesmo processo. O ajuste directo é de lei [alínea a) do artigo 94 do Decreto nº. 5/2016, de 8 de Março], de acordo com o porta-voz da CNE.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom