Faixa publicitária
Sessão parlamentar para ajustar o pacote eleitoral agendada para 18 e 19 de Julho
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por AIM  em 14 Julho 2018
Share/Save/Bookmark

A Comissão Permanente da Assembleia da República (CPAR) diz estarem criadas condições para a realização, a 18 e 19 de Julho em curso, da sessão extraordinária do parlamento destinada a ajustar o pacote eleitoral, no âmbito da recente revisão pontual da Constituição da República.

A sessão extraordinária devia ter ocorrido na segunda metade do mês de Junho, mais foi adiada a pedido da bancada parlamentar da Frelimo, o partido governamental, que, na altura, entendia que havia falta de sincronização da marcha entre o processo de descentralização e a desmilitarização da Renamo, no âmbito do diálogo politico visando a restauração da paz efectiva e duradoura no país.

“ Analisadas as condições, a CPAR constatou, hoje, haver condições para a realização da sessão extraordinária nos dias 18 e 19 do mês em curso”, disse o porta-voz da CPAR, Mateus Katupha, em conferência imprensa nesta sexta-feira (13).

Questionado se os pontos que forçaram o adiamento da sessão extraordinária teriam ou não sido ultrapassados, Katupha disse haver “sinais concretos”, a partir do encontro realizado entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o Coordenador da Renamo, Ossufo Momade.

O encontro determinou que as questões militares, visando a desmilitarização da Renamo, fossem postas em marcha. Com efeito, no encontro havido quarta-feira, na cidade da Beira, centro de Moçambique, Nyusi e Momade acordaram que, num prazo de 10 dias, a liderança da Renamo deve apresentar a lista dos seus oficiais que ocuparão cargos nas Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e na Policia, dando mais um arranque a um processo que deverá terminar com a desmilitarização da Renamo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom