Faixa publicitária
Jovem desentende-se com a família e mata-se em Quelimane
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 16 Maio 2018
Share/Save/Bookmark

Um cidadão de pouca idade, apenas 23 anos, tirou a própria vida com recurso a um lençol envolto ao pescoço, na casa dos pais, na cidade de Quelimane, província da Zambézia.

Residente o bairro Acordos de Lusaka, o malogrado respondia pelo nome de Jorge Domingo. Durante dois anos ele esteve a cumprir o serviço militar e regressou ao convívio familiar no ano passado.

Segundo os parentes, na noite de domingo (13), o jovem perguntou à mãe por que razão ela não respondia favoravelmente aos seus pedidos. A senhora disse ao filho que este estava a fazer birra à toa, pois ela tem feito o que pode para todos os seus dependentes.

O malogrado, que supostamente se afastava dos restantes membros da família, alegando que era excluído e ninguém gostava dele, desvalorizou as palavras da progenitora, contou um dos irmãos.

O último pedido de Jorge foi de um valor supostamente para corromper alguém que lhe tinha prometido uma vaga de emprego no Hospital Central de Quelimane (HCQ), onde seria segurança.

A mãe, que se encontra doente, demorou atender ao pedido do filho e este sentiu-se ignorado, o que precipitou a sua decisão de suicídio.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom