Faixa publicitária
Alunas morrem afogadas no rio Incomati em Marracuene
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 22 Fevereiro 2018
Share/Save/Bookmark

Duas crianças perderam a vida após afogarem-se, durante o mergulho, no rio Incomati, no distrito de Marracuene, província de Maputo. A localização dos corpos só foi possível depois de a água do rio baixar, pois na altura não havia meios de busca e salvamento.

Os malogrados, de 12 e 13 anos de idade, frequentavam a Escola Secundária de Nhongonhane, no mesmo distrito, e dirigiram-se àquele rio na companhia de outros quatro colegas que escaparam com vida.

O @Verdade apurou das autoridades policiais locais que os miúdos, devidamente uniformizados, abandonaram as aulas para um mergulho devido ao calor que se fazia sentir.

A triste notícia chegou aos ouvidos dos pais e encarregados de educação que não se fizeram de rogados se juntaram na margem do rio para ver os cadáveres flutuarem com vista a reconhece-los. Mas porque tal não acontecia a alternativa foi esperar até as águas baixarem.

O afogamento acontece poucos dias depois de a Polícia da República de Moçambique (PRM) afecto ao posto de controlo de Nhongonhane e a escola local terem sensibilizado a população daquela localidade no sentido de vigiar os filhos e impedi-los de tentar mergulhar no rio Incomati.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom