Faixa publicitária
Polícia prende falsos pensionistas no Chimoio
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 06 Dezembro 2017
Share/Save/Bookmark

Três indivíduos encontram-se encarcerados na primeira esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), na cidade de Chimoio, província de Manica, acusados de beneficiar ilegalmente de pensão de sobrevivência de um antigo combatente já falecido.

Para lograrem os seus intentos, os indiciados falsificaram o cartão de combatente e o bilhete de identidade de um cidadão falecido e, usando os mesmos documentos, receberam pensão durante quatro meses.

Ao longo desse tempo, eles obtiveram pelo menos 80 mil meticais, fazendo-se passar pelo malogrado. Já nas mãos das autoridades policiais, os indiciados justificaram a sua acção com a necessidade de sobrevivência, supostamente porque são desempregados.

Segundo explicou Elsídia Filipe, porta-voz do Comando Provincial da PRM, em Manica, a farsa foi descoberta há poucos dias quando os acusados pretendiam se submeter à prova de vida.

Na circunstância, o pessoal ligado ao processo – que decorre desde 16 de Outubro passado até 09 de Dezembro em curso – detectou que a fotografia de um dos cidadãos não conferia com que a correspondia aos reais dados do malogrado.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom