Faixa publicitária
Município de Nampula terá comissão de gestão até às intercalares
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por AIM  em 10 Novembro 2017
Share/Save/Bookmark

A ministra moçambicana da Administração Estatal e Função Pública, Carmelita Namashulua, disse que na sequência da detenção do presidente interino do Município de Nampula, Manuel Tocova, uma comissão de gestão deverá dirigir a edilidade até à realização da eleição intercalar, agendada para 24 de Janeiro de 2018.

Manuel Tocova foi detido na tarde de quarta-feira por posse ilegal de uma arma de fogo.

Militante do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), a segunda força de oposição na Assembleia da República, o parlamento do país, o edil interino alugou a arma ilegalmente em 2014 de Pedro Mahia, um antigo deputado da Renamo, outro partido com assento no parlamento, com quem está neste momento a partilhar a cela.

Depois desta detenção, Namashulua disse a jornalistas que a solução será a indicação de uma comissão de gestão do Município, até à realização da eleição intercalar, agendada para 24 de Janeiro de 2018.

Tocova tornou-se presidente interino de Nampula após o assassinato a 4 de Outubro passado do anterior edil, Mahamudo Amurane, por indivíduos ainda desconhecidos.

Em pouco tempo, Manuel Tocova envolveu-se em várias polémicas na gestão municipal, entre as quais, o empossamento de vereadores ilegalmente.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom