Faixa publicitária
Polícia prende abusadores sexuais e assaltantes em Gondola
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 09 Novembro 2017
Share/Save/Bookmark

Seis cidadãos, dos quais duas mulheres, acusados de pertencer uma suposta perigosa quadrilha de violadores sexuais e assaltantes a residências, no distrito de Gondola, província de Manica, foram postos fora de acção pela Polícia da República de Moçambique (PRM).

Segundo a corporação em Manica, o grupo actuava com recurso a instrumentos contundentes e nalgumas vezes submetia as suas vítimas a maus-tratos.

As duas mulheres são irmãs e elas armazenavam os bens resultantes do roubo. Um dos indiciados, identificado pelo nome de Jone Alfredo, de 40 anos de idade, admitiu o seu envolvimento no crime de que é acusado e disse que pelo menos uma vez participou de estupro colectivo de uma mulher, a qual foi igualmente despojada dos seus bens.

Há bastante tempo que ele se dedica a tais actos, pese embora tenha parado por algum período recomeçou. Aliás, as duas mulheres não namoradas de dois dos elementos da referidas gangue, que segundo Elsídia Filipe, porta-voz da PRM, em Manica, é composta de indivíduos que no passado foram condenados por prática de crimes similares.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom