Faixa publicitária
Polícia mata supostos bandidos na Matola
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  em 14 Agosto 2017
Share/Save/Bookmark

Sete indivíduos que supostamente viviam de roubos e outras actividades ilícitas foram mortalmente crivados de balas pela Policia da Republica de Moçambique (PRM), na noite da última sexta-feira (11), no município da Matola, província de Maputo.

O facto aconteceu no bairro Trevo numa altura em que os malogrados saíam da Matola para a capital do país.

Segundo a Polícia, trata-se de um grupo que fazia parte de uma gangue que de há tempos pra cá tem protagonizado assaltos à mão armada, agressões físicas, violações sexuais e assassinatos em vários bairros da chamada “cidade satélite”.

Os visados, presumivelmente munidos de catanas e armas de fogo, são os mesmos que há dias invadiram residências no posto administrativo da Matola Rio, no distrito de Boane. No bairro de Beluluane, eles mataram o dono da casa e de seguida submeteram a esposa e os filhos a maus-tratos.

Juarce Martins, do Comando Provincial da PRM, disse que os malogrados se faziam transportar num minibus com a matrícula AEP 540 MP, destinada ao transporte semi-colectivo de passageiros na rota T3/Marracuene. Ao serem mandados parar pela corporação, que já estava no encalço, os indivíduos tentaram ensaiar uma fuga enquanto disparavam contra os membros da PRM, contou Juarce Martins.

Em resposta, os elementos da instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei atiram à medida do que a situação impunha.

No fim da operação, a PRM recuperou no local dos factos três armas de fogo do tipo pistola que supostamente estavam na posse dos meliantes. Os outros integrantes da quadrilha colocaram-se em fuga com uma AK-47, disse Martins.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom