Faixa publicitária
Iminente greve dos médicos em Moçambique PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Destaques - Newsflash
Escrito por Rui Lamarques   

Já há data para a greve dos médicos no país. Em comunicado da Associação Médica de Moçambique (AMM) a greve poderá ocorrer no dia 17 de Dezembro em todo o território nacional “se não houver nenhum acordo em relação aos pontos de reivindicação”.

Os médicos estão descontes pelo facto do primeiro ministro não ter respondido a carta da AMM explicando que "a dignidade do Médico está a cada dia a degradar-se". Diz, a AMM no documento que Alberto Vaquina ainda respondeu que há um "descontentamento profundo e geral dos Médicos por conta destas situações (ausência de um Estatuto e de um salário condigno), aliado ao facto de os Médicos possuírem precárias condições de habitação e estarem a ser retiradas as residências atribuídas pelo Governo nas capitais provinciais".

Acrescentam: "com a presente situação de vida, os Médicos vêem-se obrigados a efectuar outros tipos de trabalhos extras, recorrendo ao sector privado, sendo estes designados como Médicos “turbo”, o que põe em causa a qualidade de serviço prestado no Serviço Nacional de Saúde Público.

Outros, para melhorarem as suas condições de vida, recorrem a pedidos de licenças registadas e/ou ilimitadas para poder sair do Estado e trabalhar no sector privado". A carta termina dando conta que "após um encontro entre a Direcção da AMM e cerca de 200 Médicos (incluindo comunicação online com médicos das Províncias), que teve lugar no dia 24 de Novembro do ano corrente, que os Médicos pedem a V. Excia, uma intervenção urgente quanto possível no sentido de resolver estas questões de forma célere". Contudo, depois de terem passado várias dias sem nenhuma resposta os médicos estão dispostos a entrar em greve.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 26 Dezembro 2012 12:48
 
Avaliação: / 7
FracoBom