Faixa publicitária
Educação espera contratar 11 mil professores primários mas rácio vai continuar em 65 alunos por turma em Moçambique
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Adérito Caldeira  em 12 Janeiro 2020
Share/Save/Bookmark

Ainda sem orçamento para 2020 o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH) espera contratar, este ano, 11.595 novos professores primários, no entanto o rácio vai continuar a ser de 65 alunos por turma falhando uma das principais promessas de Filipe Nyusi.

O director do Instituto Nacional de Desenvolvimento da Educação, Ismael Nheze, disse na passada quarta-feira (08) que o MINEDH “espera contratar” 11.595 professores para leccionarem nas 13.116 escolas primárias onde deverão estudar 7.084.489 alunos que só deverá “reduzir ligeiramente, a nível nacional, o rácio aluno professor para 64,5, dos actuais 65”.

Recorde-se que em 2015 uma das principais promessas do Presidente Filipe Nyusi foi baixar o baixar o então rácio de 62 alunos por cada professor primário para 57 crianças por turma.

O @Verdade apurou as turmas mais lotadas encontram-se nas Província de Nampula, onde o rácio subiu de 69,2 em 2015, para 75,7 alunos por turma, na Província de Cabo Delgado onde aumentou de 72,4 para 72,9 e na Província do Niassa passou de 63 para 68,2. Há escolas primárias com turmas onde um professor lecciona mais do que 100 estudantes.

Entretanto o Ano Escolar de 2020 marca o início da introdução do novo currículo escolar na 4ª classe, que será seguido pela 5ª classe, em 2021, e na 6ª classe em 2022.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom