Faixa publicitária
Município de Maputo e INAE recordam que é proibido vender e consumir álcool na praia
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  em 24 Novembro 2019
Share/Save/Bookmark

Numa altura em que as cervejeiras procuram inovadoras estratégias para vender mais álcool aos moçambicanos o Município de Maputo e a Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE) recordam que a lei não permite a venda e o consumo de cerveja, e outras bebidas alcoólicas, nos passeios, parques de estacionamento e estradas da orla marítima assim como a beira mar e na água da praia.

Além de manter a sua principal marca ao mesmo preço desde 2014 as Cervejas de Moçambique (CDM) criaram agora uma nova forma de comercializar o seu produto por vendedores ambulantes que carregam nas costas um recipiente que através de uma mangueira permite servir a bebida alcoólica fresca. A sua concorrente, a Heinekken Moçambique, também inovou numa forma de levar o álcool para onde os moçambicanos estiverem transformando um autocarro num bar ambulante.

Coincidentemente, ou não, o Município de Maputo e a INAE foram neste fim-de-semana à praia da Costa do Sol recordar aos vendedores que desde Abril de 2014 a lei impede a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em toda orça marítima e noutros locais públicos.

À luz do Decreto no. 54/2013, de 07 de Outubro, que aprova o Regulamento sobre o Controlo de Produção, Comercialização e Consumo de Bebidas Alcoólicas, é proibida a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas (de fabrico industrial ou tradicional com um teor alcoólico superior a 0,5% vol.) em locais públicos, tais como bombas de abastecimento de combustível e respectivas lojas de conveniência, escolas e imediações de estabelecimentos de ensino (a uma distância de menos de 500 metros), parques, jardins, estradas, passeios, paragens de autocarros, praças de táxis, mercados e por ambulantes, entre as 20h:00 e as 09h:00 do dia seguinte, excepto nos restaurantes, nas casas de pasto, nas discotecas, nos bares e pubs.

Questionada pelo @Verdade a CDM esclareceu que os recipientes que permitem transportar vários litros de cerveja fresca às costas não estão a ser distribuídos. “A sua utilização foi feita apenas a título experimental por uma terceira entidade promotora de eventos. Os testes foram realizados no último final de semana na Praia, mais concretamente na Zona do Campo de Futebol”, explicou as Cervejas de Moçambique.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom