Faixa publicitária
Quatro indivíduos mortos por malfeitores em Nampula
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Leonardo Gasolina  em 22 Abril 2016
Share/Save/Bookmark

Quatro cidadãos morreram em circunstâncias não esclarecidas, no último fim-de-semana, na cidade de Nampula. Populares asseguram que as vítimas foram violentadas por indivíduos de má-fé que pululam naquela circunscrição geográfica, de há tempos para cá, cometendo desmandos ante a incapacidade das autoridades policiais. Estas, porém, sacodem o capote e dizem que as vítimas perderam a vida nas mãos de populares quando pretendiam se apoderar de bens alheios.

Os primeiros dois indivíduos foram torturados e depois mortos, na madrugada do passado sábado (16), no bairro de Muatala, de acordo com os moradores, que se mostram agastados com a onda de criminalidade. Os corpos das vítimas foram achados na via pública.

Segundo populares, em Muatala é frequente a ocorrência de agressões físicas, algumas das quais culminam em mortes. Na zona existe uma unidade policial mas os presumíveis bandidos não se mostram receosos em cometer tais actos, porque a Polícia não faz sentir a sua presença, disse um residente que se identificou pelo nome de Armando Cipriano.

“O que acontece, aqui é pior. Não se pode circular na via pública a partir das 20h00 sob pena de ser agredido. A situação está a agravar-se” na medida em que por volta das “18h00 as pessoas são violentadas”.

“Das duas pessoas que foram assassinadas, uma foi esfaqueada. A outra foi brutalmente espancada e até hoje ninguém sabe quem são os autores”, disse Cipriano que em seguida lamentou a inoperância de quem de direito. “A Polícia foi solicitada logo às primeiras horas da manhã, mas só veio às 10h00. Isso é triste”.

Os outros dois casos registaram-se no bairro de Muahivire, onde um cidadão foi encontrado sem vida nas bermas do rio Muhala, na manhã do último domingo (17), e o outro teria sido achado numa lixeira, nas proximidades de Naloko, no dia anterior.

Os moradores acreditam que os malogrados foram fisicamente violentados pelos malfeitores que pretendiam se apoderar dos seus bens.

Mamo Sualé, cidadã entrevistada pelo @Verdade, disse que não é a primeira vez que um crime idêntico ocorre. “As mortes por agressão física não são novidade neste bairro. E sempre acontecem à noite”.

A nossa entrevistada disse que a Polícia de Investigação Criminal (PIC) só se fez ao local por volta das 12h00. Zacarias Nacute, porta-voz do Comando Provincial da PRM em Nampula, alegou que não tinha conhecimento dos cometidos em Muahivire e que as mortes registadas resultaram de linchamentos em consequência do roubo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom