Faixa publicitária
Ensino Superior chega a Nacala Porto
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  em 30 Julho 2009

Um novo estabelecimento de ensino superior acaba de entrar em funcionamento na província de Nampula. Trata-se do Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Gestão (INSCIG), uma iniciativa do sector privado, localizada na cidade portuária de Nacala, elevando, assim, para sete o número de instituições que leccionam aquele nível nesta região do país.

Segundo o reitor daquele estabelecimento de ensino, Vasco Lino, a escolha de Nacala-porto como sede do INSCIG resulta dos estudos realizados, os quais concluíram que aquele distrito é um dos que tem uma massa critica em franco crescimento. Existem no distrito de Nacala, especialmente na cidade portuária, um total de 6 estabelecimentos de ensino de nível médio que, anualmente, graduam estudantes que, depois, se confrontam com constrangimentos de acesso ao ensino superior.

Recorde-se que a “febre” de ingresso ao ensino superior manifestada pela comunidade residente em Nacala porto, fora despoletada pela Universidade Pedagógica em 2007, através da extensão de algumas turmas do curso de bacharelato e licenciatura em ensino de História Política e Gestão Pública. Segundo Pedro Tualufo, um dos membros do Conselho de Direcção, foi em consequência dessa ânsia que o INSCIG registou, no início de funcionamento, um número de ingressos que ultrapassou as expectativas, uma vez que, dos 140 candidatos previstos, acabaram por se matricular 280 pessoas.

De referir que o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Ciências é o sétimo estabelecimento de ensino superior a implantar-se na província de Nampula, depois da Universidade Pedagógica (UP), Católica de Moçambique (UCM), Mussa Bin Bique (UMB), Academia Militar Samora Moisés Machel, Apolitécnica e Lúrio (UNILÚRIO).

Numa primeira fase, as aulas decorrerão em instalações alugadas, enquanto se espera pela construção do seu campus universitário.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom 
 
Faixa publicitária