Faixa publicitária
Cidadão mata suposto rival em Nampula
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Hélder Xavier  em 26 Junho 2012
Share/Save/Bookmark

Um cidadão, de 29 anos de idade, identificado pelo nome de Francisco Matias e residente no bairro de Mutauanha, arredores da cidade de Nampula, decidiu tirar a vida de um jovem com recurso a arma branca (faca) alegadamente porque encontrou num ambiente de romantismo e aos beijos com a sua esposa que, na altura do incidente, estava a vender a bebida tradicionalmente conhecida por “Cabanga”.

O crime ocorreu nesta segunda-feira(25), durante o período festivo dos 37 anos da Independência Nacional. Imediatamente após as esfaqueamento, na zona do abdómen, alguns cidadãos mais próximos do local tentaram, sem sucessos, socorrer a vítima para o Hospital Central de Nampula, que perdeu a vida a caminho da unidade sanitária.

Em declarações à polícia, o autor confesso do crime, disse que a sua decisão foi motivada por um ambiente de desavença que, há bastante tempo, se registava no seu lar, situação que veio a agravar-se no momento em que pegou em flagrante a sua esposa aos beijos com um jovem.

Apavorada com a confusão instalada, a mulher empreendeu uma fuga e, neste momento, encontra-se em parte incerta.

O porta-voz da polícia no comando provincial da PRM em Nampula, Inácio Dina deu a conhecer que decorrem trabalhos no sentido de localizar a mulher de modo a concluir com a elaboração do processo criminal que vai culminar com a responsabilização do autor do crime.

Entretanto, Dina desencorajou os munícipes da cidade de Nampula à prática do crime para tentar resolver problemas familiares e passionais. Não obstante a esta situação, Inácio Dina classificou a data das comemorações do dia da Independência como ordeira e tranquila.

Acidentes de viação causaram a morte a seis pessoas

No concernente a situação criminal da semana finda, a fonte disse que foram registados 14 casos criminais, dentre vários destacam-se roubos e furtos qualificados. Em conexão com estes casos 16 indivíduos foram detidos nas diversas sub unidades policiais da PRM ao nível da província.

No período em alusão, foram registados cinco acidentes de viação, maioritariamente, do tipo atropelamento, cuja responsabilidade recai sobre ambas as partes, seja os automobilistas e os peões devido a má travessia na via pública. O porta-voz da polícia em Nampula disse que os sinistros causaram a morte de seis pessoas e sete feridos entre graves e ligeiros e o excesso de velocidade está na origem dos sinistros.

Dina informou, ainda, que durante a campanha de fiscalização rodoviária levada a cabo no período em referência pelos agentes da polícia trânsito, foram abrangidas perto de 2.266 viaturas e impostas 441 multas contra os respectivos automobilistas por diversas irregularidades contra o código de estrada. Igualmente, foram abrangidos mais de três mil peões através da campanha de educação pública.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom