Faixa publicitária
Ministério de Educação adopta livros para ensino Secundário-Geral
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por {ga=fchuquela}  em 16 Janeiro 2012

O Ministério moçambicano da Educação (MINED), acaba de seleccionar livros para o ensino Secundário-Geral para professores e alunos, de utilização obrigatória, nas escolas, durante o ano lectivo que arranca no país, próxima Segunda-feira.

Segundo um comunicado do MINED, os livros de todas as disciplinas da 8ª a 12ª classe, pertencem a cinco editoras, nomeadamente: Distribuidora Nacional de Material Escolar (DINAME), Plural Editores, Alcance Editores, Longman Moçambique e Texto Editores.

O trabalho de selecção dos referidos livros, que consistiu na avaliação dos conteúdos dos livros à disposição do aluno e professor do Ensino Secundário-Geral, foi executado por especialistas nas áreas de ensino no âmbito da melhoria da qualidade.

O MINED refere no seu comunicado que para assegurar a uniformização de procedimentos no que se refere as várias matérias inerentes ao livro escolar do Ensino Secundário Geral as escolas, através dos Conselhos de Escola, deverão escolher sob proposta do grupo de disciplina os livros a serem usados em cada disciplina. Assim, para cada disciplina deverá ser adoptado, por cada escola, um dos três livros aprovados pelo MINED.

“Os livros adoptados pelos Conselhos de Escola serão de uso obrigatório nas escolas, sem prejuízo dos livros que o MINED alocar às Bibliotecas como materiais auxiliares” frisa o documento.

O MINED acrescenta que “a escolha diferenciada dos livros aprovados por parte das escolas não constituirá problema para os alunos das classes com exame, uma vez que os conteúdos neles contidos são os mesmos e desenhados pelo Ministério da Educação. O que diferencia são os autores mas os conteúdos são os mesmos”.

Em relação aos alunos, pais e encarregados de educação que já tenham comprado livros que não fazem parte do grupo dos que passam a ser adoptados no Ensino Secundário Geral, o MINED tranquiliza, dizendo “para o presente Ano Lectivo podem usá-los, mas que para o ano tal não será possível. Assim, todos aqueles que já compraram livros não adoptados pelo MINED podem usá-lo simultaneamente, devendo em 2013 o uso ser exclusivo apenas para o conjunto de livros adoptados pelo sector”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 5
FracoBom