Faixa publicitária
Niassa recebe mais uma universidade
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Danúbio Mondlane  em 01 Abril 2011

A província do Niassa conta com mais uma instituição de ensino superior. Trata-se da Universidade Mussa Bin Bique (UMBB) que abriu formalmente a delegação de Lichinga na semana passada, elevando para seis, o número de instituições de ensino superior que operam naquele ponto do país.

Na abertura do ano académico 2011, os responsáveis da UMBB comprometeram-se a trabalhar para o desenvolvimento da província formando técnicos de qualidade. Numa primeira fase a delegação de Lichinga vai leccionar os cursos de Direito, Gestão e Contabilidade e Ciências Agrárias, enquanto se prepara o curso de Veterinária. Por enquanto, todos os cursos serão ministrados no período nocturno na escola secundária Eduardo Mondlane a sete quilómetros do centro da cidade.

O Director do Centro de Formação Islâmica (CFI), Momade Bay, disse na ocasião que a abertura da delegação de Lichinga é o culminar de um sonho lançado há um ano. Bay sublinhou que a UMBB vai fazer a diferença na província, não só no processo de desenvolvimento do ensino superior, mas também noutras esferas da vida.

Através dos seus cursos, os dirigentes daquela instituição esperam colocar no mercado técnicos qualificados e capazes de dignificar a instituição. “A Universidade Mussa Bin Bique é a única instituição de ensino superior com as taxas mais baixas do país”, disse Momad Bay. O Niassa será pioneiro no curso de Veterinária. Anível nacional, a UMBB tem cerca de 2000 estudantes dos quais 500 graduados.

No âmbito da expansão das infra-estruturas, a UMBB promete edificar um Campus na província de Nampula, orçado em 5.5 milhões de USD patrocinados pelo Banco Árabe de Desenvolvimento e o Governo de Moçambique.

Conotada com o fundamentalismo islâmico, os dirigentes daquela instituição apelaram aos presentes que a Universidade não veio para ensinar doutrina religiosa, mas dar conhecimentos cientifico para que as pessoas trabalhem e singrem no mercado do trabalho.

Por seu turno, o reitor daquela instituição, Freitas Delegado, explicou que a universidade vai fazer a diferença, a avaliar pelos planos traçados, sobretudo para a Faculdade de Ciências Agrárias, em que segundo as suas palavras será preciso aproveitar os 7 milhões de meticais alocados aos distritos.

Assim, a UMBB junta-se a outras universidades, situadas nas cidades de Cuamba (UCM e ISGECOF) e Lichinga (UP, UMBB, UniLúrio e IFAPA).

A partir de 2012 a UniLúrio irá funcionar em Unango nno distrito de Sanga, onde está em construção o respectivo campus universitário. A Universidade Católica de Moçambique (UCM), UniLúrio e a recém entrada UMBB são as que ministram Ciências Agrárias.

Números da UMBB

Curso de Direito: 65 estudantes.

Gestão e Contabilidade: 55 estudantes.

Faculdade de Ciências Agrárias: 14 Docentes: 30

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom