Faixa publicitária
Reina clima de instabilidade na Escola Secundária Josina Machel
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  em 11 Maio 2010
Share/Save/Bookmark

Alguns professores e direcção da Escola Secundária Josina Machel, em Maputo, acusam os seus alunos do curso nocturno de consumo e comercialização dentro do estabelecimento de drogas, prostituição e introdução de instrumentos contundentes nas salas de aulas com o propósito de ameaçar os seus docentes e colegas. “O que temos assistimos no período nocturno aqui na escola é bastante preocupante, pois os estudantes vendem e consomem drogas pesadas no recinto escolar e fomentam prostituição, para além da criminalidade”, queixou-se Gildo Nhalala, professor de Desenho daquele estabelecimento de ensino localizado nas proximidades da Presidência da República (PR) e do Ministério da Educação, falando esta sexta-feira em exclusivo ao Correio da manhã.

Nhalala realçou que, por vezes, há estudantes que entram nas salas de aulas com armas de fogo e brancas para amordaçar colegas e professores a fim de arrancarem os seus bens materiais, realçando que aquelas situações concorrem para “casos de abandono e/ou transferência de alunos para outras escolas, alegando falta de condições de segurança na nossa escola”.

Todos os problemas apresentados pelos professores e alunos foram confirmados por Maimuna Ibrahimo, directora da Escola Secundária Josina Machel, acrescentando ter já solicitado a intervenção da Polícia da República de Moçambique (PRM) para “nos ajudar no combate contra o consumo da droga e casos de violência e prostituição dentro do recinto escolar”. Também os pais e encarregados de educação de alunos que foram vítimas daquelas situações já pediram a intervenção da Polícia para estancar aquele tipo de crime na escola.

Comentários   

 
+2 #1 Guest 11-05-2010 09:52
Temos que ser corajosos e denuciar qualquer acto que contribua para o aumento da criminalidade, embora no pais nao existam politicas claras de defesa dos denuciantes.
Por uma educacao livre de drogas e do HIV/SIDA.
Bem hajam todos que denuciam, estes e outros males que enfermam anossa sociedade.
Agora cabe a quem é de Direito a tomar as medidas correctas, com vista a acabar com esses males.
Citar
 
 
0 #2 EPT 11-05-2010 10:39
Anônimo sera que acrescentou algo que nao sabemos? Nos somos o povo. O governo so vai tomar medidas quando protestarmos.

Ao inves de estar a dar discursos a "la Guebuza" forneca-nos medidas concretas para combater isto.
Citar
 
 
-1 #3 CRUELDADE 12-05-2010 04:51
Estamos num sociedade cada vez mais perdida e vergonhosa, porque se formos a ver os que fomentam esses crimes sao filhos dos nossos dirigentes e que por alguma razao sem precisar de citar qual os policias conhecem todos os que tem praticado estes males e especialmente na Esc Josina Machel. O combate ao crime seja ele de que natureza carece de base seria e legitima. Sao enumeras as vezes em que a policia é alertada de alunos que estao no recinto escolar a praticar sexo e nada feito, mesmo em casos em que sao apriendidos no dia seguinte estao na sala de aulas, o que isto sgnifica?
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom