Faixa publicitária
Ministra da Justiça afirma ser difícil erradicar a violência doméstica em Moçambique
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Mulher
Escrito por Redação  em 22 Maio 2014
Share/Save/Bookmark

A violência doméstica, particularmente contra a mulher, ainda é um grande desafio em Moçambique e vai levar tempo para que as pessoas tenham a consciência de que ela é efectivamente um crime, afirmou a ministra da Justiça moçambicana, Benvinda Levi, nesta quinta-feira (22), em Maputo, num encontro com a sua homóloga da Finlândia, Anna Henriksson, que se encontra numa visita de quatro dias ao país.

Segundo Benvinda Levi, os moçambicanos têm problemas comuns relacionados com a violência doméstica, pese embora a Finlândia seja um país cujo princípio da igualdade é respeitado há muitos anos.

No outro desenvolvimento, a governante reconheceu que o há dificuldades na observância dos princípios e aplicação de normas para a efectivação da igualdade. Entretanto, Anna Henriksson, que, dentre outros assuntos, veio a Moçambique para uma troca de experiência na área da Justiça, considerou que o país está a empenhar-se no tratamento de assuntos ligados à violência contra mulher, ao estado de direito e à boa governação, por exemplo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom