Acidentes de viação mataram 15 pessoas no Natal, segundo Comando-Geral da PRM
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Redação  em 28 Dezembro 2017
Share/Save/Bookmark

Durante o Natal, ao menos 15 indivíduos morreram e outros 28 contraíram ferimentos graves e ligeiros, em algumas estradas moçambicanas, devido a 16 acidentes de viação, contra 11 ocorrido em igual período do ano passado.

O excesso de velocidade, a embriaguez e o desrespeito das regras de trânsito estiveram na origem do luto e derramamento de sangue, no período em alusão, segundo Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM).

“Todos os automobilistas que queiram se fazer à via pública devem se distanciar do consumo do álcool e observarem escrupulosamente as regras de trânsito”, apela o agente da Lei e Ordem.

A corporação apela ainda aos passageiros para que denunciem as situações anómalas que constatem nas viaturas em que se fizerem transportar, sobretudo os casos de condutores que se fazem ao volante bêbados ou protagonizem casos que atentem contra as normas previstas no Código da Estrada.

Para o efeito, podem ser usados gratuitamente os números 122, 112, 119 e 823737, ou também os denunciantes podem se deslocar para qualquer subunidade policial que se encontre mais próximo do local onde haja algum evento que exija a intervenção da PRM.

Inácio Dina disse que, no geral, o Natal foi ordeiro, pois não houve nada que tenha criado desordem e perturbação da ordem pública.

A PRM registou, em todo o país, sete crimes, dos quais dois homicídios, igual número de roubos e três furtos.

Por sua vez, o Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP) apelou aos pais e encarregados de educação para que redobrem o cuidado com as crianças no sentido de evitar males maiores causados por objectos pirotécnicos.

Para quaisquer intervenções necessárias por parte do corpo de salvação pública, pode-se telefonar para os números 82198 ou 21322334, disse Leonildo Pelembe, porta-voz daquela entidade do Estado.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom