Acidentes de viação matam mais de três dezenas de pessoas em Moçambique
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Redação  em 14 Julho 2017
Share/Save/Bookmark

Trinta e três pessoas morreram em consequência de igual número de acidentes de viação, deixaram igual 24 feridos, dos quais seis graves, e avultados danos materiais, na semana finda, em diferentes estradas do território moçambicano.

Dos sinistros rodoviários em causa, 18 foram do tipo atropelamento carro/peão, seis choques entre carros, quatro choques entre carros e motorizadas, igual número de despistes e capotamento e uma colisão contra obstáculo fixo.

O excesso de velocidade e a má travessia de peões foram as principais causa da tragédia, segundo Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM).

A instituição que tem como função garantir a segurança e a ordem públicas e combater infracções à lei disse igualmente que rês automobilistas foram presos, acusados de tentativa de suborno aos membros da Polícia de Trânsito (PT).

O crime ocorreu na cidade de Maputo e província de Cabo Delgado. Os indiciados pretendiam desembolsar 200, 500 e 5.000 meticais como forma de se livrarem da autuação policial.

Na mesma operação, sete automobilistas recolheram aos calabouços por alegada condução ilegal e 286 viaturas foram apreendidas devido a diversas irregularidades.

De acordo com Inácio Dina, a PRM confiscou 402 cartas de condução e 282 livretes porque os seus titulares cometeram infracções que atentavam contra o Código da Estrada vigente em Moçambique.

Num outro desenvolvimento, o porta-voz do Comando-Geral da PRM disse que as autoridades recuperam 13 armas de fogo, das quais uma do tipo AK-47, duas pistolas, 10 armas de fogo de fabrico caseiro e 44 munições.

Os instrumentos bélicos foram recuperados nas província de Maputo, Gaza, Inhambane, Manica, Cabo Delgado, numa semana em que 930 cidadãos caíram nas mãos da Polícia, dos quais 731 por violação de fronteira, entre outros crimes.

Enquanto isso, 11 indivíduos foram presos pela Polícia, no município da Matola, província de Maputo, indiciados de roubo de vários bens e duas viaturas.

Dos visados, encerrados na 5ª esquadra, consta uma raparigas de apenas 18 anos de idade, acusada de roubo de um dos carros em causa.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom