Acidentes de viação ceifam mais de 30 vidas nas estradas moçambicanas
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Redação  em 23 Junho 2017
Share/Save/Bookmark

Trinta e uma pessoas morreram e outras 40 ficaram gravemente feridas, 27 das quais com gravidade, em consequência de 28 acidentes de viação ocorridos na semana finda, no território moçambicano.

Os óbitos aumentaram em 13 casos, comparativamente ao período de 10 a 16 de Junho do ano passado, em que as autoridades policiais registaram 18 mortes e 79 feridos, das quais 40 em estado grave.

Na sua maioria, os sinistros registados na semana passada tiveram como causa o excesso de velocidade, com 15 casos, a má travessia de peões, com cinco, a ultrapassagem irregular, com três, entre outras.

Segundo o Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), no que diz respeito ao tipo de acidentes, 12 foram atropelamentos, seis choques entre carros, cinco despistes e capotamento, por exemplo.

Relativamente à fiscalização rodoviária, o trabalho da Polícia de Trânsito (PT) abrangeu 37.926 viaturas. Destas, 5.153 condutores foram punidos por prática de diversas irregularidades e apreendidas 223 cartas por condução sob o efeito de álcool.

Na mesma operação, a PT deteve cinco indivíduos por condução ilegal e 705 por violação de fronteiras. Destes, 374 são moçambicanos, 189 malawianos, 88 tanzanianos, 39 zimbabweanos e 15 zambianos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom