Faixa publicitária
Distribuição de alimentos e roupa termina com 9 mulheres mortas no Bangladesh
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 15 Maio 2018
Share/Save/Bookmark

Ao todo, nove mulheres morreram e pelo menos outras cinco pessoas ficaram feridas em um tumulto registrado nesta segunda-feira durante um acto de caridade para a entrega de comida e roupa na cidade de Chittagong, na região sudeste de Bangladesh.

A acção, organizada pela fabricante de aço Kabir Steel Ré-rolling Mills e que reuniu, aproximadamente, 30 mil pessoas, não tinha a autorização administrativa necessária para acontecer. O superintendente da Polícia de Chittagong, Nur-e Alam Mina, disse à agência de notícias Efe que os agentes de segurança foram surpreendidos pela aglomeração.

"As pessoas começaram a chegar cedo e a fábrica estava organizando tudo com os próprios voluntários. Estava além da nossa capacidade de controlar tanta gente", disse.

O acto foi realizado conforme o conceito do "zakat", que fala sobre a obrigação que o muçulmano tem de ser caridoso sempre que tiver condições para tal. "Muita gente se reuniu lá para pegar os donativos.

As vítimas foram por causa da grande concentração de pessoas em um espaço tão pequeno", afirmou um porta-voz do governo local à Efe.

Esta não é a primeira vez que um ato de caridade acaba em tragédia em Bangladesh. Em 2015, pelo menos 23 morreram e 24 ficaram feridas no corre-corre na distribuição de roupa com a presença de 1.000 pessoas, organizada por um empresário no norte do país.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom