Faixa publicitária
Pelo menos 50 pessoas morreram na queda de um aviaõ no Nepal
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 13 Março 2018
Share/Save/Bookmark

Pelo menos 50 pessoas morreram e 22 ficaram esta segunda-feira feridas no despenhar de um avião da linha aérea do Bangladesh US-Bangla durante a manobra de aterragem no aeroporto de Catmandu, no Nepal.

O porta-voz da Polícia do Nepal, Manoj Neupane, ofereceu à Efe o balanço de vítimas, indicando que todos os corpos foram já recuperados do avião, no qual viajavam 67 passageiros e 4 tripulantes.

O avião, um Bombardier Dash 8, com matrícula S2-AGU que chegou a Catmandu vindo de Daca, despenhou-se por volta das 14.20 locais (08.35 GMT), durante a aterragem no aeroporto internacional Tribhuvan, incendiando-se e gerando uma grande coluna de fogo e fumo.

As equipas de resgate deslocaram-se ao local onde ficou a aeronave, uma grande parte desta reduzida a cinzas e a uma massa de ferros devido ao fogo, e conseguiram recuperar pelo menos três dezenas dos seus ocupantes.

O diretor do aeroporto internacional Tribhuvan da capital do Nepal, Raj Kumar Chhetri, confirmou à Efe que pelo menos 9 dos resgatados faleceram no hospital. A companhia aérea informou que o avião levava 40 passageiros bangladeshianos, 25 nepaleses, um chinês e outro maldivo, bem como quatro membros da tripulação, também do Bangladesh.

As autoridades ainda não informaram sobre as possíveis causas do despenhamento. Após o acidente, o tráfego aéreo foi interrompido em Catmandu, mas uma fonte do aeroporto confirmou à Efe que já foi reativado.

Este é um dos piores acidentes dos últimos anos no Nepal, onde na última década várias pequenos aviões e avionetas se despenharam, causando dezenas de mortos, muitos deles turistas que visitavam o montanhoso país.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom