Faixa publicitária
Tribunal boliviano permite a Evo Morales se candidatar a um 4º mandato presidencial
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 29 Novembro 2017
Share/Save/Bookmark

O Presidente boliviano, Evo Morales, pode tentar um quarto mandato consecutivo em 2019, após o Tribunal Constitucional Plurinacional (TCP) eliminar nesta terça-feira limites à reeleição.

Morales poderá agora aspirar completar quase duas décadas de mandato em 2025, apesar de mais da metade dos bolivianos ter rejeitado em Fevereiro do ano passado uma modificação constitucional que eliminava os limites que uma pessoa pode se candidatar a um cargo.

“Esta disposição... está justamente a permitir que essas pessoas se candidatem, porque definitivamente quem escolhe é o povo boliviano”, disse o presidente do tribunal, Macario Lahor Cortez.

O governo boliviano apresentou um recurso ao tribunal para declarar a inaplicabilidade de vários artigos da Constituição e da lei do regime eleitoral, que impediam que Morales fosse candidato em 2019.

“A decisão foi unânime em sessão plenária, o Tribunal Constitucional Plurinacional atuou de acordo com o estabelecido pela Constituição Política do Estado e as convenções internacionais”, disse Cortez.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom