Faixa publicitária
Mais de 200 crianças são encontradas pela polícia em oficina no sul da Índia
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 26 Janeiro 2015
Share/Save/Bookmark

Mais de 200 crianças, alguns de apenas 6 anos, foram encontradas neste sábado em uma oficina pela polícia em Hyderabad, no sul da Índia, que deteve dez pessoas por suposta exploração dos menores, informaram os meios de comunicação locais.

Os trabalhadores infantis foram encontrados durante uma batida na qual cerca de 500 policiais buscavam delinquentes e encontraram as crianças na zona de Bhavani Nagar, declarou ao canal de televisão "NDTV" um porta-voz policial, Shakar Narayan.

A polícia deteve 10 pessoas que supostamente tinham pago aos pais dos menores cerca de 20 mil rúpias ( cerca de 325 dólares norte-americanos) para que os seus filhos viessem desde os estados nortistas Uttar Pradesh e Bihar para trabalhar a Hyderabad, capital compartilhada de Andra Pradesh e Telangana.

As crianças, de famílias pobres, trabalham na elaboração de pulseiras, objetos de couro e outros produtos em condições insalubres, alguns com ferimentos sem tratamento, segundo as imagens mostradas por este meio.

Com cerca de 50 milhões de crianças trabalhadoras, a Índia é o país do mundo com maior incidência de emprego infantil, um número que se reduziu em dez milhões durante os últimos anos, segundo a ONG Bachpan Bachao Andolan (Movimento para Salvar a Infância).

O governo indiano mantém que essa queda foi ainda maior, ao passar dos 12 milhões de menores explorados que de acordo com seus dados o país registrava em 2004, para cinco milhões na atualidade.

O fundador desta organização, Kailash Satyarthi, recebeu o prémio Nobel da Paz de 2014 partilhado com a menina paquistanesa Malala Yousafzai, conhecida universalmente pela sua luta a favor da educação da mulher.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom