Faixa publicitária
Malaysia Airlines nega que avião com 227 passageiros tenha caído, jato segue desaparecido
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 08 Março 2014

Um avião da Malaysia Airlines que transportava 227 passageiros e 12 tripulantes desapareceu sobre o Mar do Sul da China no sábado e deve ter caído, uma vez que embarcações de países próximos a seu trajeto vasculham uma grande área em busca por destroços. A mídia estatal vietnamita, citando um oficial da marinha, afirmou que o Boeing 777-200ER que ia de Kuala Lumpur para Pequim caiu no sul do Vietname, mas o ministro dos Transportes da Malásia negou que qualquer local de queda tenha sido identificado.

"Estamos a fazer tudo que está em nosso poder para localizar o avião. Estamos fazendo tudo que podemos para assegurar que todos os ângulos possíveis tenham sido checados", disse o ministro Hishamuddin Hussein a jornalistas próximo do aeroporto internacional de Kuala Lumpur.

"Estamos a procura informações precisas por parte dos militares da Malásia. Eles estão aguardando detalhes do lado vietnamita", afirmou o ministro.

A companhia aérea informou que pessoas de pelo menos 14 nacionalidades estavam entre os 227 passageiros, pelo menos 152 chineses, 38 malaios, sete indonésios, seis australianos, cinco indianos, quatro franceses e três norte-americanos.

Duas crianças estavam abordo. Se a queda da aeronave for confirmada, o episódio marcará o acidente mais mortal do Boeing 777-200ER desde que a aeronave entrou em serviço há 19 anos.

O avião desapareceu sem emitir sinal de alerta, de forma semelhante ao voo da Air France que fazia uma rota entre o Rio de Janeiro e Paris em junho de 2009. O avião, um Airbus A330-200, desapareceu por horas sem emitir um sinal de alerta. A aeronave transportava 228 pessoas.

Na tarde deste sábado, o primeiro ministro da Malásia, Najib Razak, afirmou que ainda não havia sinais do avião que desapareceu dos radares no Mar do Sul da China e afirmou que as operações de busca se intensificaram.

O voo MH370 fez o último contato com controladores de tráfego aéreo quando estava a 120 milhas náuticas a leste da cidade malaia de Kota Bharu, na costa do país, disse o presidente da companhia aérea, Jauhari Yahya, em comunicado.

O site de rastreamento de voos flightaware.com mostrou o avião voando para nordeste sobre a Malásia, depois de ter decolado. O avião subiu para uma altitude de 35 mil pés e desapareceu dos registros um minuto depois, enquanto ainda estava ganhando altitude.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom