Faixa publicitária
Ataques contra aldeia sunita do Iémen deixam 26 mortos e 120 feridos
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  em 31 Outubro 2013
Share/Save/Bookmark

Pelo menos 26 pessoas morreram e 120 ficaram feridas em ataques entre quarta-feira e hoje de rebeldes xiitas a uma cidade do povoado sunita no norte do Iémen, informou à Agência Efe um porta-voz do movimento salafista, Surur al Wadei.

Esta manhã ainda os ataques com projéteis Katyusha ainda continuavam por parte dos rebeldes hutis a Damach, na província de Saada, epicentro do movimento salafista no Iémen e sede do centro de estudos islâmico Dar el Hadiz, para onde fundamentalistas de todo o mundo, segundo a fonte.

Os ataques coincidem com um aumento da tensão sectária em Saada, reduto dos insurgentes hutis, onde já em outras ocasiões aconteceram confrontos entre sunitas e xiitas.

Os hutis - rebeldes de confissão xiita zaidi, que têm como lema "Alá é grande, Morte à América, Morte a Israel, Malditos os Judeus, e Poder para o Islã" - controlam essa província limítrofe com a Arábia Saudita desde 2010, após mais de cinco anos de confrontos com as tropas iemenitas.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom