A ter lugar no dia 28 de Novembro, em Maputo: Joshua Redman é cabeça de cartaz da segunda edição do Standard Bank Acácia Jazz Festival
Versão para impressão
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  em 11 Outubro 2019
Share/Save/Bookmark

Um dos mais aclamados e carismáticos músicos norte-americanos de jazz, Joshua Redman, é o cabeça de cartaz da segunda edição do Standard Bank Acácia Jazz Festival, a ter lugar no dia 28 de Novembro, em Maputo, por ocasião das celebrações dos 125 anos de implantação desta instituição financeira em Moçambique.

A festa do jazz contará, igualmente, com a participação dos guitarristas moçambicanos Jimmy Dludlu, como artista residente, e Walter Mabas, guitarrista e compositor, para além de novos talentos.

Trata-se de um evento realizado pelo Standard Bank, em parceria com o Conselho Municipal da Cidade de Maputo, visando a promoção da música moçambicana, com enfoque no afro-jazz, e ainda posicionar a capital do País como um destino turístico apetecível.

O evento vai promover, também, outras vertentes culturais como a poesia e uma exposição de artes plásticas no jardim junto à entrada da tenda que acolherá o evento, no Hotel Polana. Importa referir que Joshua Redman surgiu na década de 1990. Nasceu em Berkeley, Califórnia, filho do lendário saxofonista Dewey Redman. Começou a tocar clarinete aos nove anos, mudando um ano mais tarde para aquele que se tornou o seu instrumento principal: o saxofone tenor.

Começou a trabalhar regularmente com alguns dos principais músicos do jazz da sua geração, como Peter Bernstein, Larry Goldings, Kevin Hays, Roy Hargrove, Geoff Keezer, Leon Parker, Jorge Rossy e Mark Turner. No mesmo ano, venceu o prestigiante Concurso Internacional de Saxofone Thelonious Monk e começou a tocar e gravar com gigantes do jazz como Jack DeJohnette, Charlie Haden, Elvin Jones, Joe Lovano, Pat Metheny, Paul Motian, Clark Terry e o seu pai. Dedicado inteiramente à música, Redman assinou um contrato com a Warner Bros. Records e editou o seu primeiro álbum em 1993, que lhe garantiu a primeira nomeação para um Grammy.

Para além dos seus próprios projectos, Redman tem colaborado com inúmeros dos músicos mais relevantes da actualidade, onde se incluem nomes como Dave Brubeck, Chick Corea, Dave Matthews Band, Bill Frisell, Charlie Haden, Herbie Hancock, Quincy Jones, B.B. King, Joe Lovano, Yo-Yo Ma, Branford Marsalis, Marcus Miller, Paul Motian, Simon Rattle, Dianne Reeves, Rolling Stones, The Roots, Kurt Rosenwinkel, John Scofield, Toots Thielemans, McCoy Tyner e Stevie Wonder, entre muitos outros.

Escreveu e interpretou a música para o último filme de Louis Malle, Vanya on 42nd Street, e pode ser também visto e ouvido no filme Kansas City de Robert Altman.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom