Faixa publicitária
OPV da Hidroeléctrica de Cahora Bassa vai acontecer em Maio
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Economia
Escrito por Redação  em 09 Maio 2019 (Actualizado em 13 Maio 2019)
Share/Save/Bookmark

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) vai enfim lançar a Oferta Pública de Venda (OPV) de 7,5 por cento das suas acções, ainda durante o mês de Maio.

A anunciada abertura de parte do capital social da HCB aos investidores moçambicanos vai enfim acontecer dentro de poucos dias em Maputo numa cerimónia pública que o @Verdade apurou está marcada para 20 de Maio próximo.

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa é detida pelo Estado moçambicano com 92,5 por cento, desde 2007, sendo os restantes 7,5 por cento detidos pela empresa portuguesa Redes Energéticas Nacionais.

Não existem detalhes sobre a OPV que está a ser coordenada por um sindicato bancário que envolve o Banco Comercial e de Investimentos (BCI) e Banco BIG.

O @Verdade sabe que o momento do lançamento foi escolhido primeiro para garantir o cumprimento da promessa do Presidente de Filipe Nyusi, que afirmou que a Oferta Pública de Venda representa a “inclusão” dos moçambicanos nos ganhos de uma das poucas Empresas Públicas rentáveis, e depois para aproveitar a liquidez que deverá inundar o sistema financeiro nacional durante o 2º semestre.

O @Verdade entende que os fluxos financeiros para Moçambique poderão ultrapassar os 2 biliões de Dólares norte-americanos até o fim do ano como resultado da disponibilização dos apoios dos Parceiros de Cooperação para a reconstrução da província de Sofala assim como o início de investimentos bilionários na Área 1 do Bloco do Rovuma, assim que a Decisão Final de Investimento do consórcio for anunciada no próximo dia 18 de Junho.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom