Faixa publicitária
Colaboradores do UBA solidarizam-se com vítimas do Ciclone Idai
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Economia
Escrito por Comercial  em 16 Abril 2019 (Actualizado em 17 Abril 2019)
Share/Save/Bookmark

Foto do UBADiante da tragédia que assolou a região centro do país, com particular incidência a cidade da Beira, província de Sofala, causando luto e destruição, o United Bank for Africa (UBA) dou, esta segunda-feira, dia 15 de Abril, produtos alimentares, higiene, redes mosquiteiras, purificador de água e roupa destinada às vítimas do ciclone Idai.

Os produtos foram canalizados ao Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC). O director do Gabinete de Coordenação da Reconstrução do INGC, Higino Rodrigues disse que o gesto demonstrava, uma vez, o espírito solidário de que estão revestidos os cidadãos moçambicanos e não só.

Rodrigues acrescentou que os produtos serão de grande utilidade para as pessoas afectadas pela catástrofe natural, que continuam, apesar da ajuda que tem sido providenciada, a necessitar de apoio multiforme.

Sobre o ponto de situação, o director informou que, 603 óbitos é o ultimo numero registado até a data. “Neste momento as águas já voltaram aos seus leitos dos rios, com número de óbitos a rondar nos 603, sendo que alguns corpos já foram localizados e a situação está estável”, ressaltou.

Por seu turno o representante dos colaboradores do UBA, Dan Gobe afirmou que esta é uma acção levada a cabo por todos os colaboradores do banco UBA e tem por objectivo minimizar o sofrimento das famílias efectadas pelo ciclone Idai.

“A situação ocorrida na Beira foi bastante trágica, portanto acreditamos que está é a ocasião para que todos lutemos pela normalização e estabilidade da cidade e com estes produtos doados queremos prestar o nosso total apoio as pessoas afectadas”, finalizou.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom