Faixa publicitária
Criação de frangos e ovos: Estudantes universitários recebem 1.3 milhão de meticais
PDF
Versão para impressão
Enviar por E-mail
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  em 27 Abril 2018
Share/Save/Bookmark

O projecto Agro-Jovem, uma iniciativa da Gapi-Sociedade de Investimentos financiado pela Danida, acaba de conceder, na província de Sofala, financiamentos a dois projectos avícolas de jovens estudantes universitários, no valor total de um milhão e trezentos mil meticais.

Estes jovens fazem parte do primeiro grupo de estudantes universitários que estão a concluir os seus cursos de formação superior e que pretendem tornar-se empreendedores, naquele ponto do País.

Wilma Nhavoto, gerente da Gapi, em Sofala, referiu que o financiamento ora efectuado destina-se a dois empreendimentos sediados no distrito de Dondo, nomeadamente a “Ovo de Bosque” e “MP Empreendimentos”, vocacionados na criação de frangos e na produção de ovos, respectivamente.

“Gostaria de apelar aos jovens para que adiram a este projecto, de modo a se tornarem empresários. Temos que evitar que, após a conclusão do ensino superior ou técnico-profissional, tenham que andar dum lado para o outro para pedir emprego. Temos que criar as nossas próprias empresas, para poder empregar mais moçambicanos”, disse.

Por sua vez, Cláudia Vavá, da direcção provincial de Tecnologia de Sofala, considerou que o programa de apoio ao empreendedorismo foi desenhado pela Gapi, por forma a criar uma nova geração de empreendedores, sendo, neste caso, os beneficiários recém-graduados no Instituto Superior de Tecnologia Alberto Chipande.

“A estes beneficiários apelamos para que tenham muita responsabilidade e espírito de prestação de contas, pois, foram escolhidos entre muitos e o financiamento deve ser reembolsado em tempo útil”, indicou.

Importa realçar que as taxas de juro para esta operação foram fixadas em 12 por cento e o período máximo de pagamento do empréstimo é de três anos.

Os empreendedores que cumprirem, cabalmente, com o calendário de amortizações receberão como investimento a fundo perdido um valor até 50 por cento do montante do empréstimo recebido e que tiver sido reembolsado.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom